Estudantes do ensino profissional e artístico com ampla oferta nos Politécnicos do Centro

A Rede de Politécnicos do Centro, que integra os Politécnicos de Castelo Branco, Coimbra, Guarda, Leiria, Tomar e Viseu acaba de lançar a plataforma para inscrição nas provas necessárias para acesso às 133 licenciaturas destas 6 instituições de ensino superior. 

  • Educação
  • Publicado: 2020-07-04
  • Autor: Diário Digital Castelo Branco

No âmbito do novo concurso especial de acesso ao ensino superior criado pelo Decreto-Lei n.º 11/2020, de 2 de abril, a inscrição nas provas decorre até 16 de julho.

Segundo a informação enviada ao Diário Digital Castelo Branco, a plataforma está acessível em www.provascentro.pt, que permite  que os alunos verifiquem de forma automática a que licenciaturas se podem candidatar, partindo da designação do seu curso profissional ou artístico. Para além desta funcionalidade, a plataforma disponibiliza informação sobre vagas, condições de acesso, calendário e conteúdos das provas, e ainda os contactos para esclarecimento de dúvidas adicionais. 

Recorde-se que, no âmbito deste concurso, os estudantes terão que realizar uma prova de conhecimentos em função da sua área de formação e da licenciatura a que se pretendem candidatar. Esta prova é constituída por duas partes: uma componente geral, realizada por todos os estudantes, e uma componente específica, que varia de acordo com a licenciatura pretendida, nas áreas de Biologia, Economia, História da Cultura e das Artes, Matemática ou Português. 

Após aprovação na prova, o estudante tem que efetuar a sua candidatura online ao ensino superior no site da DGES - Direcção Geral do Ensino Superior na Internet (www.dges.gov.pt/pt).

O Politécnico de Castelo Branco tem 119 vagas disponíveis para 22 licenciaturas das escolas superiores Agrária, de Artes Aplicadas, Educação, Gestão e Tecnologia. 

António Fernandes, Presidente do IPCB, sublinha a possibilidade criada através deste novo concurso de resposta ao desafio da abertura da base social de apoio ao ensino superior, estando contemplada a adaptação e diversificação dos mecanismos de ingresso. Adianta ainda que as ofertas educativas e formativas de dupla certificação, escolar e profissional, do ensino secundário, conferentes do nível 4 do Quadro Nacional de Qualificações, são atualmente responsáveis por cerca de 45 % dos alunos que frequentam o ensino secundário. As vagas disponibilizadas para estes estudantes são um sinal claro da importância, valorização e qualidade da formação que o IPCB atribui ao ensino profissional e artístico. 

PUB

PUB

PUB

PUB