Aprovado 1º Doutoramento no Politécnico de Castelo Branco

O Politécnico de Castelo Branco acaba de anunciar a aprovação a primeira proposta de criação do Doutoramento em Sustentabilidade Agro-Alimentar e Ambiental, com indicação de aprovação sem condições por parte da Comissão de Avaliação Externa (CAE) da A3ES – Agência de Avaliação e Acreditação do Ensino Superior. 

  • Educação
  • Publicado: 2024-06-21 10:00
  • Por: Diário Digital Castelo Branco

O Doutoramento em Sustentabilidade Agro-Alimentar e Ambiental é fruto uma parceria do IPCB com os Institutos Politécnicos de Coimbra e Viseu, em cooperação com o Instituto Politécnico de Santarém.

O primeiro doutoramento da história da instituição, tem por objetivo formar profissionais de elevado nível com competências para apoiar o desenvolvimento de áreas rurais em regiões vulneráveis face às alterações climáticas e socioeconómicas, como a Região Centro de Portugal. O curso será lecionado nas Escolas Superiores Agrárias Castelo Branco, Coimbra e Viseu, e na Escola Superior de Tecnologia e Gestão de Viseu, contando com a cooperação da Escola Superior Agrária de Santarém. 

Para o Presidente do IPCB, António Fernandes “a aprovação do primeiro Doutoramento do IPCB é um marco importante para a história da instituição, e reforça de forma inequívoca a capacidade do IPCB para o desenvolvimento académico e científico do território onde se insere. Esta nova formação simboliza a nossa capacidade científica na formação de especialistas com competência para enfrentar desafios complexos, além de elevar o prestígio e a competitividade do IPCB a nível nacional e internacional, fortalecendo paralelamente a ligação entre o ensino e as organizações, públicas e privadas, e reforçando, ainda mais, as redes de cooperação onde se insere”.

Definida pela própria Comissão de Avaliação Externa como “muito importante e inovadora no sistema de ensino português”, esta formação pretende captar novos públicos e aumentar a capacidade científica e de produção de massa critica, não só para o IPCB, como também para a região e para o país.

Os Politécnicos de Castelo Branco, Coimbra e Viseu, com a colaboração do Politécnico de Santarém, passam assim a fazer parte de um grupo alargado de instituições do subsistema politécnico que, a partir de setembro, ministram doutoramentos.

O relatório de avaliação da CAE aponta como pontos fortes desta proposta de curso de doutoramento a “designação atrativa que identifica uma temática atual e relevante nas suas dimensões científica e social, constituindo-se como oferta inovadora no sistema de ensino superior português”, “o plano de estudos, o elenco de unidades curriculares e os seus conteúdos” e “a capacidade científica, a experiência e os meios para o desenvolvimento de atividades de investigação”, nomeadamente “a qualidade do corpo docente” nas áreas de conhecimento do novo ciclo de estudos.

PUB

PUB

PUB

PUB