CCC de Castelo Branco com visitas orientadas e pintura aos “sons” da lã subjacentes ao tema “Recuperar e Reimaginar”

No seguimento da Semana do Dia Internacional dos Museus, o Centro de Cultura Contemporânea de Castelo Branco desafiou escolas e famílias a recriarem árvores da vida, inspiradas no Bordado de Castelo Branco.

  • Cultura
  • Publicado: 2021-05-29
  • Autor: Diário Digital Castelo Branco

Segundo informação enviada ao Diário Digital Castelo Branco, trata-se de uma iniciativa inserida num cartaz de atividades, que se estenderá até ao final da exposição Pontos.pt. “Em pequenos grupos, continuaremos a explorar o atelier:” “Pintar aos Sons da Lã”.

Centenas de participantes aderiram a estas iniciativas; desde casa, escolas ou presencialmente, participaram nas comemorações através de visitas orientadas, ateliers, ou de desafios online de interação com o Centro de Cultura Contemporânea de Castelo Branco. 

Com as restrições atuais e devido à forte adesão de diferentes públicos, as atividades continuarão a ser exploradas em pequenos grupos, nos múltiplos espaços ao longo das próximas semanas. Devido às inúmeras solicitações de grupos escolares para participar no atelier: “Pintar aos Sons da Lã”, as comemorações estender-se-ão até ao final da exposição.

“Os museus são espaços de reinvenção, fruição, experimentalismo e de aprendizagem. Sentimos a necessidade que as escolas têm em poder voltar aos museus. Construímos novas dinâmicas, laços e também novos projetos ao longo destes dias. Na hermenêutica das relações, na partilha de conhecimentos e sensações, a aprendizagem foi uma constante.

Na idílica relação entre experimentalismo e parceiros e respeitando todas as normas de segurança, seremos cerca de um milhar de participantes nas múltiplas atividades ao longo destas três semanas. Um agradecimento a todos. Esperamos por vós em futuras atividades.”

PUB

PUB

PUB

PUB