Salgueiros bate Sporting da Covilhã e segue em frente na Taça de Portugal

O Salgueiros, do Campeonato de Portugal, provocou hoje surpresa e seguiu em frente na Taça de Portugal de futebol, ao vencer por 2-1 na receção ao Sporting da Covilhã, da II Liga, em jogo da terceira eliminatória.

  • Desporto
  • Publicado: 2020-11-23
  • Autor: Diário Digital Castelo Branco/Lusa

A equipa portuense marcou primeiro, por Grinood Costa, logo aos dois minutos, o Covilhã ainda empatou, aos 24, através de Deivison Borges, mas Yannick Semedo deu o triunfo aos anfitriões com um grande golo, aos 36.

Apoiado por algumas dezenas de adeptos que se reuniram atrás de uma das balizas, no exterior do recinto vedado com arame, o Salgueiros entrou melhor do que o Covilhã e marcou cedo, após recuperar uma bola no meio-campo contrário. Grinood Costa aproveitou, rematou cruzado e de forma colocada, com o pé esquerdo, fazendo o 1-0.

O golo espevitou a equipa serrana, mas a verdade é que o Salgueiros resistiu bem até que cedeu um canto as 24 minutos e, na sequência, Deivison Borges surgiu a cabecear à vontade, junto ao primeiro poste, batendo Bruno Pinto.

O período que se seguiu ao empate foi o melhor do Covilhã neste jogo, mas não o suficiente para fazer vergar o Salgueiros, que não só resistiu à maior pressão exercida pelo adversário como logrou adiantar-se novamente no marcador, graças a um grande golo de Yannick Semedo, fruto de um remate forte de meia distância.

A segunda parte foi um exercício de demonstração da vontade e capacidade salgueirista para segurar a vantagem e da impotência do Covilhã para criar perigo e lutar pelo apuramento.

O Sporting da Covilhã, oitavo classificado da II Liga, desiludiu, tendo apresentado um a futebol sem ideias e sem intensidade e isso refletiu-se no pouco trabalho que o guarda-redes salgueirista, Bruno Pinto, teve na segunda parte.

O Salgueiros, que alinha no terceiro escalão do futebol português, justificou amplamente a vitória e o apuramento para a quarta ronda da Taça de Portugal, porque foi de longe a equipa que mais trabalhou para isso.

 

Jogo no Complexo Desportivo de Campanhã, no Porto, em Lisboa.

Salgueiros - Sporting da Covilhã, 2-1.

Ao intervalo: 2-1.

Marcadores:

1-0, Grinood Costa, 02 minutos.

1-1, Deivison Borges, 24.

2-1, Yannick Semedo, 36.

 

Equipas:

- Salgueiros: Bruno Pinto, Miguel Pereira, Paulo Monteiro, Laércio, Hugo Moreira, Tony Correia, Yanick Semedo, Tarcísio (Pipo, 90), Zé Domingos (Braga, 90) Ruben Alves (Miguel Baptista, 73) e Grinood Costa (Nhandi Iben, 73).

(Suplentes: Nuno Castro, Miguel Baptista, Braga, João Victor, Pipo, Nhandi Iben e Francisco Afonso).

Treinador: Jorge Pinto.

- Sporting da Covilhã: Bruno Bolas, Jean Silva, André Almeida, Joel Vital (Filipe Cardoso, 63), Edwin Banguera (Tiago Moreira, 63), Idris, Gilberto, Gleison Moreira (Leonardo Cá, 63), Enoh (Rui Areias, 80), Inters Gui e Deivison Borges (Abdoulaye Daffe, 63).

(Suplentes: Igor Araújo, Felipe Cardoso, Rui Areias, Abdoulaye Daffe, Tiago Moreira, Leonardo Cá e Jorge Vilela).

Treinador: Nuno Capucho.

 

Árbitro: Carlos Macedo (A. F. Braga).

Ação disciplinar: Cartão amarelo para André Almeida (41), Jean Silva (60) e Leonardo Cá (79).

PUB

PUB

PUB

PUB