Covid-19: Escola fecha em Castelo Branco depois de decretada quarentena a professores

A Escola Básica da Quinta da Granja, em Castelo Branco, foi hoje encerrada, depois de a Unidade de Saúde Pública ter decretado isolamento profilático a professores e funcionários durante 14 dias.

  • Região
  • Publicado: 2020-10-14
  • Autor: Diário Digital Castelo Branco

Em declarações à agência Lusa, o diretor do Agrupamento de Escolas Amato Lusitano (AEAL), João Belém, explicou que os cerca de 20 professores e funcionários daquele estabelecimento de ensino foram testados à covid-19, "mas deram todos negativo".

Os professores e funcionários “foram todos testados e [o delegado de saúde] declarou o isolamento profilático, o que implica que não há professores nem funcionários e a escola não pode funcionar", sustentou.

João Belém adiantou ainda que a escola fechou hoje e os cerca de 130 alunos que a frequentam vão passar a ter aulas à distância.

"Estamos já a preparar, dentro do possível, a realização de aulas à distância durante este período e até que seja declarada a abertura da escola [pela Unidade de Saúde Pública]", sublinhou.

Consultados pela Lusa, documentos enviados aos pais e encarregados de educação pela direção do Agrupamento no final do dia de terça-feira, estes foram informados que na sequência do aparecimento de alguns casos de contágio de covid-19, todas as turmas da escola passaram a ter ensino não presencial a partir de hoje.

A suspensão das atividades letivas presenciais, "por ordem da DGS (até comunicação em contrário)”, mantém-se pelo “período de 14 dias, ficando os alunos em isolamento profilático em suas casas, passando a ter aulas à distância".

Já durante o dia de hoje, a direção do Agrupamento de Escolas Amato Lusitano enviou aos pais e encarregados de educação um novo documento a pedido do setor da saúde.

"Na sequência do comunicado enviado anteriormente foi-me solicitado pelo setor da saúde que fizesse a seguinte retificação: Assim quem está em isolamento profilático são apenas os professores e assistentes operacionais da escola, bem como a turma do 1º C”, lê-se no documento.

“Os alunos das restantes turmas encontram-se em situação de ensino não presencial passando a ter aulas à distância", acrescenta.

A Lusa contactou o responsável pela Unidade de Saúde Pública de Castelo Branco, Joaquim Serrasqueiro, que se limitou a confirmar o encerramento do estabelecimento de ensino, sem adiantar mais esclarecimentos.

PUB

PUB

PUB

PUB