Alunos da Universidade de Salamanca visitaram Penamacor para trabalho científico

Cerca de três dezenas de alunos, de várias nacionalidades, do Master Universitário em Antropologia de Iberoamérica da Universidade de Salamanca, estiveram em Penamacor, no âmbito do Seminário

“Do Rio Zêzere à Serra da Malcata - Líquido e Materialidades da paisagem interior da Beira portuguesa”, inscrito na cadeira de práticas etnográficas.

  • Educação
  • Publicado: 2020-02-12
  • Autor: Diário Digital Castelo Branco

Segundo informação a que o Diário Digital teve acesso,  a visita teve como objetivo o reconhecimento do território do ponto de vista etnográfico, antropológico e patrimonial a fim de proporcionar ao alunos possíveis propostas de trabalho científico. Nos dias 7 e 8 de fevereiro, os estudantes visitaram vários locais do concelho, entre os quais o Museu Municipal de Penamacor, o Convento de Santo António, o Museu Mário Bento e o Santuário de Vale da Senhora da Póvoa. Estiveram presentes na iniciativa os presidentes de Junta de Freguesia de Meimoa, Penamacor e de Vale da Senhora da Póvoa, João Alves, António Gil e João Campos, respetivamente, Ángel Espina, Diretor do Master Universitário em Antropologia de Iberoamérica, Pedro Salvado, Diretor do Museu Arqueológico Municipal José Monteiro, e o Presidente da Câmara Municipal de Penamacor, António Luís Beites Soares. Na ocasião, António Luís Beites Soares deu as boas vindas ao participantes no seminário, referindo que espera que este seja o primeiro grupo de muitos que deseja que visitem o concelho e que o património histórico e cultural de Penamacor seja alvo do trabalho científico da Universidade de Salamanca. A visita contou, ainda, com uma atuação de “Cancioneiro Tradicional”, a cargo das Adufeiras de Penamacor. Esta ação foi realizada no âmbito de um protocolo de colaboração que irá ser assinado entre o Município de Penamacor e o Instituto de Investigações Antropológicas de Castela e Leão de Salamanca.

PUB

PUB

PUB

PUB