Jorge Sampaio reconhece que "não há alternativa ao capitalismo"

Jorge Sampaio afirmou hoje que os resultados do último Conselho Europeu não o "entusiasmaram" e disse estar "muito preocupado" com a situação europeia, reconhecendo que "não há alternativa" ao capitalismo, mas que a "transição" tem que ser feita com "razoabilidade".

  • Economia
  • Publicado: 2011-12-16
  • Autor: Diario Digital Castelo Branco/Lusa

Jorge Sampaio afirmou hoje que os resultados do último Conselho Europeu não o "entusiasmaram" e disse estar "muito preocupado" com a situação europeia, reconhecendo que "não há alternativa" ao capitalismo, mas que a "transição" tem que ser feita com "razoabilidade".

À margem da conferência na noite de quinta-feira sobre "O que é a América hoje", no Porto, o ex-presidente da República, questionado sobre como decorreu o último Conselho Europeu, afirmou que não ficou "muito entusiasmado" com o que leu.

"Acho, sinceramente, que temos que sair disto com uma força renovada que se adapte àquilo que o mundo hoje é. Isso significa um reforço institucional", disse.

PUB

PUB

PUB

PUB