Oleiros reforça combate à vespa asiática

Mais de 400 armadilhas foram distribuídas nos dois últimos anos no concelho de Oleiros para a captura da vespa asiática e os meios de combate à espécie invasora estão a ser reforçados, informou a Câmara Municipal.

  • Região
  • Publicado: 2023-09-07 23:41
  • Por: Diário Digital Castelo Branco

"Além do equipamento já adquirido, o município está a reforçar os meios utilizados nesta operação, para sermos mais ágeis e eficazes, num investimento no valor de 1.400 euros. Estamos empenhados em responder prontamente aos casos reportados pela população", salientou o presidente daquela autarquia do distrito de Castelo Branco, Miguel Marques, citado num comunicado enviado à  comunicação social.

A Câmara de Oleiros frisou que foi dos primeiros concelhos da região a disponibilizar as armadilhas e acentuou a eficácia destes dispositivos, mas acrescentou ter tido conhecimento de pessoas picadas, que tiveram de receber tratamento hospitalar e, por entender ser também “um problema de saúde pública” apelou à população para que reporte a existência de ninhos, para que o município possa atuar.

Esta autarquia do Pinhal Interior continua a disponibilizar gratuitamente as armadilhas e pediu a colaboração da população para ajudar a identificar a localização dos ninhos, através da plataforma na Internet STOPvespa, “para posterior validação da informação pelos serviços competentes”.

“Tem havido um aumento no número de casos de ninhos avistados em áreas urbanas e dentro de habitações”.

Segundo a autarquia, no último mês, o Serviço Municipal de Proteção Civil de Oleiros destruiu “meia centena de ninhos de vespa velutina, mais conhecida por vespa asiática”.

A Câmara de Oleiros destacou estar atenta e a dar apoio aos apicultores prejudicados pela vespa asiática.

"Desde cedo apoiámos os apicultores no combate à crescente presença da vespa velutina e aos impactos que esta espécie causa na produção apícola”, salientou o presidente, Miguel Marques, no mesmo comunicado.

PUB

PUB

PUB

PUB