Kartódromo de Castelo Branco recebeu 8 mil visitas no 1° ano de abertura

O Kartódromo de Castelo Branco, infraestrutura desportiva inaugurada há um ano, recebeu oito mil visitantes durante esse período, disse hoje à agência Lusa o presidente da Escuderia de Castelo Branco (ECB), António Sequeira.

  • Desporto
  • Publicado: 2021-07-19
  • Autor: Diário Digital Castelo Branco

O Kartódromo de Castelo Branco, infraestrutura em que a Câmara de Castelo Branco investiu mais de 900 mil euros, celebra na terça-feira o seu primeiro aniversário.

“O primeiro ano de atividade do Kartódromo de Castelo Branco foi um verdadeiro desafio para a Escuderia de Castelo Branco. Foram várias as dificuldades que tiveram de ser superadas, mas o trabalho realizado tem conseguido bons resultados”, afirmou António Sequeira.

O presidente da ECB adiantou à agência Lusa que, até ao momento, esta infraestrutura que integra o Parque de Desportos Motorizados de Castelo Branco, recebeu cerca de oito mil visitantes.

“Neste período, estivemos dois meses fechados e várias semanas a encerrar as instalações às 13:00”, sublinhou.

Apesar disso, António Sequeira referiu que 1.640 espanhóis visitaram o Kartódromo de Castelo Branco durante este período, aos quais se juntam 400 visitas de pessoas oriundas de outros países.

A infraestrutura desportiva recebeu ainda 3.800 vistas de pessoas residentes no distrito de Castelo Branco e 2.200 de pessoas de outros pontos do país.

“Cerca de sete a oito por cento dos espanhóis vêm para Castelo Branco na sexta-feira e ficam até domingo. Vêm sobretudo realizar testes privados e para treinar. Não só temos condições para promover a prática do desporto motorizado, como ganhámos um espaço que promove uma maior dinâmica económica, com ganhos evidentes para toda a região”, sustentou.

O presidente da ECB sublinhou que o kartódromo, além de ser utilizado pelos albicastrenses e turistas vindos de todo o território nacional, vai para além disso: “Temos sentido uma procura massiva de pilotos e turistas da vizinha Espanha que, de certa forma, não só usufruem das condições deste complexo, como contribuem para a maior atividade da restauração, da hotelaria e não só”.

Para o responsável do clube albicastrense, o objetivo passa, agora, por consolidar o trabalho já realizado.

“Um ano é um período muito curto. Sentimos que já fizemos bastante trabalho, mas há muito pela frente. Queremos tornar o complexo num espaço agradável para pilotos, mas não só. Queremos que as famílias se sintam confortáveis. Vamos, por isso, desenvolver algumas iniciativas para que o Kartódromo de Castelo Branco seja ainda mais apetecível para quem o visita”, concluiu.

PUB

PUB

PUB

PUB