Idanha-a-Nova: Câmara promove Festa do Mosaico de Conímbriga a Idanha-a-Velha

O município de Idanha-a-Nova vai receber a “Festa do Mosaico – de Conímbriga a Idanha-a-Velha”, no âmbito do projeto MosaicoLab.

  • Cultura
  • Publicado: 2021-07-14 00:00
  • Autor: Diário Digital Castelo Branco

Em comunicado, a Câmara de Idanha-a-Nova refere que, no âmbito do projeto MosaicoLab, vão realizar-se diversas atividades no concelho, nos meses de julho e de agosto, destinadas tanto a crianças como ao público em geral.

A “Festa do Mosaico – de Conímbriga a Idanha-a-Velha” propõe “a revisitação de sítios arqueológicos relacionados com a romanização na região Centro de Portugal, ligando o litoral ao interior e promovendo a sua visibilidade, ao mesmo tempo que deseja congregar os inúmeros interessados pelo património cultural em torno da iniciativa cultural e criativa”, lê-se na nota.

Esta iniciativa decorre em Idanha-a-Nova e conta com a realização de ‘workshops’ para as crianças inscritas no Espaço Júnior - ATL de Verão e um laboratório criativo para o público em geral, a decorrer no Centro Cultural Raiano até ao dia 06 de agosto, de segunda a sexta-feira, das 14:00 às 17:00.

A participação nestas atividades é de inscrição obrigatória, sendo que os interessados podem fazê-la por email (ccr@cm-idanhanova.pt), com indicação do nome, data de nascimento, contacto telefónico e semana que pretende frequentar.

Já a aldeia histórica de Idanha-a-Velha recebe ‘workshops’ para o público em geral, de participação livre, nas manhãs de sábado (17, 24 e 31 de julho e 7, 14, 21 e 28 de agosto).

Estas ações decorrem na Catedral de Idanha-a-Velha.

A Festa do Mosaico é um convite à criatividade pessoal no seio do património, à descoberta e ao diálogo com o passado romano e com uma das suas expressões culturais mais surpreendentes, o universo criativo do mosaico.

É uma iniciativa da MosaicoLab e apresenta-se como um encontro cultural e criativo aberto a visitantes e a interessados no património de mosaico romano, promovendo a sua descoberta e valorizando a “pessoa criativa”.

O evento ocorre em cada uma das quatro estações do ano, sendo que o projeto conta com o apoio dos municípios de Penela e de Ansião, da Escola de Arte e Desenho de Mérida (Espanha) e do Museu Monográfico de Conímbriga.

PUB

PUB

PUB

PUB