Proença-a-Nova: Município entregou 4 medalhas de mérito e valor municipal

Por proposta do presidente da Câmara Municipal de Proença-a-Nova, e decisão unânime tanto do Executivo como da Assembleia Municipal, foram homenageadas uma instituição e três pessoas do concelho durante a Sessão Solene do Dia do Município que se realizou a 13 de Junho.

  • Região
  • Publicado: 2021-06-17 00:00
  • Autor: Diário Digital Castelo Branco

Os empresários José Lourenço e Américo Rodrigues Rolo, este último a título póstumo, receberam a Medalha de Mérito Empresarial; o Centro de Saúde de Proença-a-Nova recebeu a Medalha de Mérito Municipal e João Sequeira, colaborador do Município já aposentado, foi distinguido com a Medalha de Valor e Dedicação Municipal. 

Sendo a criação de trabalho condição essencial para a fixação de novos habitantes, João Lobo justificou a atribuição das medalhas de mérito empresarial pelo contributo que estes empresários e empresas têm dado a este nível. “Hoje homenageamos dois dos nossos empresários. Se havia mais para homenagear? Claro que sim! Temos um concelho pujante a nível empresarial, na indústria, nos serviços, no agroalimentar. A título de exemplo, sete das nossas empresas foram reconhecidas como PME líder e quatro delas acumulam com o galardão de PME Excelência”, adiantou.

José Lourenço foi apresentado como “um homem muito à frente do seu tempo. É um orgulho ter empresários destes e nele personifico aquela que é a capacidade dos nossos empresários”, referiu João Lobo. Com sede em Proença-a-Nova, o Grupo José Lourenço tem 13 filiais em todo o país e quase uma centena de colaboradores. No caso de Américo Rodrigues Rolo, foi a sua esposa a receber o galardão: “Embora não fosse deste concelho, estimava-o como seu”, adiantou Odete Rolo, agradecendo o reconhecimento. A continuidade da empresa está a ser assegurada pelos descendentes, mantendo o foco na construção de obra pública.

No caso do Centro de Saúde, Jorge Pintado Alves, coordenador desta Unidade, agradeceu a todos quantos compõem esta instituição, do pessoal de enfermagem aos assistentes técnicos, da equipa médica aos restantes colaboradores, o esforço de adaptação a que a pandemia obrigou, capacidade exigida também pelo processo de vacinação massivo em curso, em que, ao fim do dia, não pode sobrar nenhuma vacina por dar. “Podem contar da nossa parte com o mesmo entusiasmo e determinação e, estou certo, podemos contar com a vossa tolerância, a vossa colaboração para enfrentar este inesperado desafio”, referiu o responsável.

No caso de João Sequeira, que trabalhou na Câmara Municipal de 1982 a 2018, a maior parte como encarregado geral do pessoal operário, atravessou a gestão de quatro presidentes de Câmara: António Sousa, Diamantino André, João Paulo Catarino e João Lobo. Foi destacada a sua forma “profissional, atenta, leal, demonstrando sempre estar num patamar de excelência enquanto homem servidor público”, reconheceu João Lobo, o que motivou o reconhecimento público.

Durante a Sessão Solene, o tema em destaque foram as comunidades vivas e foi inaugurada a Torre de Vigia na Serra das Talhadas, da autoria do arquiteto Siza Vieira. 

PUB

PUB

PUB

PUB