As Aldeias Históricas de Portugal voltam a estar em festa, mas com eventos adaptados ao contexto atual

A cultura, a gastronomia, a tradição, os costumes, o património, as lendas e os mitos das Aldeias Históricas de Portugal voltam a ser o mote para mais uma edição do Ciclo "12 em Rede - Aldeias em Festa": 12 eventos, realizados em outras tantas aldeias, que proporcionam a visitantes e habitantes momentos verdadeiramente inesquecíveis. Este ano, devido ao cenário de pandemia, a participação será limitada e sujeita a inscrição prévia, mas as festas poderão ser sentidas e vividas em todo o mundo, via streaming.

  • País
  • Publicado: 2020-07-09
  • Autor: Diário Digital Castelo Branco

A pandemia por COVID-19 levou a Rede das Aldeias Históricas de Portugal a adaptar o conceito do Ciclo "12 em Rede - Aldeias em Festa". Nesse sentido, a quarta edição do evento continuará a ter como objetivo divulgar o património cultural material e imaterial únicos daqueles lugares, mas em linha com as recomendações da Direção-Geral da Saúde (DGS) e do Governo português no que toca ao cumprimento das orientações higiénico-sanitárias para o combate à pandemia.
Segundo a informação enviada ao Diário Digital Castelo Branco, e de modo a garantir a segurança de todos os participantes, mas também das comunidades locais, as 12 festas que compõem o Ciclo "12 em Rede - Aldeias em Festa" vão ser limitadas ao público e sujeitas a inscrição prévia. Mas demonstrando uma forte capacidade de reinvenção face ao panorama atual, as Aldeias Históricas de Portugal vão oferecer, via streaming, experiências únicas de imersão e descoberta pelas 12 aldeias (Almeida, Belmonte, Castelo Mendo, Castelo Novo, Castelo Rodrigo, Idanha-a-Velha, Linhares da Beira, Marialva, Monsanto, Piódão, Sortelha e Trancoso), ampliando assim o alcance do território e da iniciativa. 
O Ciclo "12 em Rede - Aldeias em Festa" é um dos momentos altos do ano nas 12 aldeias, e um importante contributo para a sua dinamização económica. Este ano, a sua realização surge também como uma forma de apoiar a recuperação do tecido empresarial e cultural não só no território, como no resto do país – já que uma das apostas é contratar artistas de renome, para apelar ao público geral. 
O ciclo de doze eventos irá decorrer de setembro a novembro deste ano, entre sexta, sábado e domingo, realizando-se um dia em cada aldeia. Cada evento será dedicado a uma atividade cultural, que pode variar entre artes performativas, música, ou instalação audiovisual. Cada atividade será apresentada num espaço exterior ou interior, de relevância patrimonial, e onde seja possível o controlo do acesso de público e a aplicação de medidas sanitárias adequadas. De modo a dar a conhecer as 12 aldeias durante o ciclo - dentro do limite de pessoas a definir -, as Aldeias Históricas de Portugal vão criar pacotes de fim-de-semana com "espetáculo + dormida + refeição" com uma rede de alojamentos que venha a associar-se à iniciativa.
Almeida, Belmonte, Castelo Mendo, Castelo Novo, Castelo Rodrigo, Idanha-a-Velha, Linhares da Beira, Marialva, Monsanto, Piódão, Sortelha e Trancoso integram a redes das Aldeias Históricas de Portugal. “Um destino que são 12” não-massificado, com uma oferta sem igual em lazer, aventura, História, património, cultura, gastronomia, vinhos, natureza e wellness, longe do bulício das cidades.

Calendário Ciclo “12 em Rede – Aldeias em Festa” (6 de setembro a 7 de novembro 2020):
6 de setembro 2020: Castelo Rodrigo
12 de setembro 2020: Linhares da Beira
19 de setembro 2020: Belmonte
25 de setembro 2020: Trancoso
26 de setembro 2020: Marialva
2 de outubro 2020: Castelo Mendo
3 de outubro 2020: Almeida
4 de outubro 2020: Piódão
17 de outubro 2020: Sortelha
24 de outubro 2020: Castelo Novo
31 de outubro 2020: Idanha-a-Velha
7 de novembro 2020: Monsanto

PUB

PUB

PUB

PUB