Sertã: Concurso Nacional de Leitura em Voz Alta com prazo prolongado

O prazo para a entrega dos trabalhos ao Concurso Nacional de Leitura em Voz Alta foi prolongado até ao dia 31 de outubro de 2020.

  • Cultura
  • Publicado: 2020-04-30
  • Autor: Diário Digital Castelo Branco

Esta decisão surge na sequência do atual cenário de pandemia global que se regista, devido à Covid-19, e que levou, por exemplo, ao encerramento das escolas e das suas bibliotecas. O concurso resulta de uma organização conjunta entre a Câmara Municipal da Sertã (através da Biblioteca Municipal Padre Manuel Antunes) e a empresa Palser, também sediada na Sertã. 

De acordo com as entidades organizadoras, “a decisão de prolongar o prazo para a entrega dos trabalhos prende-se com o momento atual que vivemos e com a necessidade de dar mais tempo aos participantes de poderem elaborar e submeter os seus projetos”.

Refira-se que este concurso, com uma periodicidade anual, destina-se às Bibliotecas Escolares de Portugal, através da participação de alunos do 3.º ciclo do Ensino Básico e do Ensino Secundário (regular e profissional). Os alunos são desafiados a fazer um registo áudio com a leitura em voz alta do excerto de uma obra literária à escolha. 

Posteriormente, um júri composto por três elementos decidirá os três primeiros prémios a atribuir por cada uma das categorias a concurso: leitura individual e coletiva. Os vencedores serão divulgados publicamente no site www.maratonadeleitura.pt e o prémio será entregue em data a anunciar, durante uma cerimónia organizada para o efeito.

Serão atribuídos seis prémios (três por cada categoria) no valor total de 2500 euros, sendo que os primeiros classificados recebem 1000 euros cada. Esta importância monetária reverte para a Biblioteca Escolar do estabelecimento de ensino a que o aluno pertence e terá de ser utilizada na compra de livros para a respetiva biblioteca ou para ações que visem a promoção do livro e da leitura junto da comunidade escolar. 

PUB

PUB

PUB

PUB