Idanha-a-Nova: Milhares de flores de papel cobrem Santa Margarida durante três dias

O Festival da Flor regressa nos dias 24, 25 e 26 à Aldeia de Santa Margarida, em Idanha-a-Nova, cobrindo as ruas e as casas da aldeia com milhares de flores de papel. "Desde dezembro, sensivelmente, que temos vindo a trabalhar na confeção dos milhares de flores que vão enfeitar as ruas, as casas, a Igreja Matriz e muitos outros espaços emblemáticos da nossa terra", explica a presidente da junta de freguesia local, Zélia Leitão.

  • Região
  • Publicado: 2019-05-08 00:00
  • Autor: Diário Digital Castelo Branco/Lusa

O Festival da Flor regressa nos dias 24, 25 e 26 à Aldeia de Santa Margarida, em Idanha-a-Nova, cobrindo as ruas e as casas da aldeia com milhares de flores de papel. "Desde dezembro, sensivelmente, que temos vindo a trabalhar na confeção dos milhares de flores que vão enfeitar as ruas, as casas, a Igreja Matriz e muitos outros espaços emblemáticos da nossa terra", explica a presidente da junta de freguesia local, Zélia Leitão.

O festival, que se realiza de dois em dois anos, vai para a sua sétima edição e promete aliar o muito trabalho feito em papel à beleza natural das ruas desta pequena aldeia com menos de 300 habitantes, situada no concelho de Idanha-a-Nova, distrito de Castelo Branco.

"A nossa freguesia é conhecida por Aldeia das Flores e isso mesmo se pode já verificar nas ruas, com muitas roseiras já floridas e muitas outras flores naturais a embelezarem já as entradas das casas", refere a autarca.

A edição deste ano começa no dia 24, pelas 18:00, e termina no dia 26, um domingo, sendo que, durante este período, são esperados milhares de turistas portugueses e espanhóis para verem de perto os trabalhos feitos ao longo dos últimos meses pelos habitantes locais.

O festival alia ainda a decoração feita com flores de papel à gastronomia local e regional.

"Vamos ter música ao vivo, folclore, vamos promover a gastronomia da nossa região e, claro, contribuir para dar a conhecer o trabalho de muitos dos nossos produtores locais, nomeadamente na confeção de doçaria, mel, padaria, entre outros", conclui.

PUB

PUB

PUB

PUB