Número de padres em Portugal diminuiu 11% desde 2000 - Vaticano

O número de padres em Portugal diminuiu mais de dez por cento desde 2000, segundo os dados do Vaticano hoje divulgados que indicam que 88,3 por cento dos portugueses são católicos.

 

  • País
  • Publicado: 2010-04-22
  • Autor: Diario Digital Castelo Branco/Lusa
O número de padres em Portugal diminuiu mais de dez por cento desde 2000, segundo os dados do Vaticano hoje divulgados que indicam que 88,3 por cento dos portugueses são católicos.

Estes dados, divulgados pela agência religiosa Ecclesia, são os mais recentes da Igreja Católica em Portugal e referem que o número de sacerdotes diocesanos baixou de 3159, em 2000, para 2825, em 2008, o que representa uma diminuição de 11 por cento.

Em relação ao clero religioso, a descida foi de dez por cento: de 1078 padres em 2000 para 972 em 2008.

Os mesmos dados indicam que os seminaristas de filosofia e teologia passaram de 547 em 2000, entre diocesanos e religiosos, para 444 em 2008, ou seja, menos 19 por cento.

O Vaticano revelou que a percentagem de católicos em Portugal é de 88,3 por cento dos habitantes, o que representa 9,36 milhões de católicos para uma população de 10,6 milhões de pessoas.

A Igreja Católica em Portugal tem 52 bispos, 3797 padres, 212 diáconos permanentes, 312 religiosos e 5965 religiosas, para além de 594 membros de institutos seculares.

O número de catequistas é de 63 906, num total de 4380 paróquias e 2878 outros centros pastorais, espalhados por 21 dioceses, refere a Ecclesia.

PUB

PUB

PUB

PUB