Sertã: PJ detém bombeiro suspeito de incêndio florestal

A Policia Judiciária (PJ) deteve ontem, dia 8 de julho, um homem de 27 anos, pela presumível autoria de um crime de incêndio florestal, que aconteceu no dia 4 de julho, na Sertã.

  • Região
  • Publicado: 2024-07-10 14:43
  • Por: Diário Digital Castelo Branco

De acordo com a PJ, em comunicado, o suspeito, "atualmente no quadro ativo de um corpo de bombeiros, presumivelmente com uso de chama direta, ateou o incêndio em zona de vasta mancha florestal, povoada com mato e pinheiro bravo, confinante com a zona urbana. O incêndio acabou por não assumir proporções mais gravosas devido à rápida e eficaz intervenção dos bombeiros da Sertã”.


Sobre este homem “recaem ainda fortes suspeitas de poder ser o autor de pelo menos, mais dois incêndios ocorridos no ano de 2022 próximo deste local”, sendo que “a atuação do homem, colocou em perigo a integridade física e a vida de pessoas, de habitações e a da mancha florestal com centenas de hectares”, refere a PJ.


A detenção contou com a colaboração do Grupo de Trabalho para a Redução de Ignições em Espaço Rural do Centro e da Equipa de Proteção Florestal da GNR da Sertã.


O detido vai ser presente a primeiro interrogatório judicial para aplicação das medidas de coação.
Segundo o que o Diário Digital apurou, este bombeiro pertencia ao corpo ativo dos Bombeiros Voluntários da Sertã.

PUB

PUB

PUB

PUB