Julho traz novo horário às sessões do Cineclube Gardunha

A programação de julho do Cineclube Gardunha ficará marcada pelo novo horário das sessões que irão ter lugar n’A Moagem e pelo destaque à Argentina, país que ao longo da sua história forneceu ao longo da sua história figuras mágicas singulares, assim como filmes ímpares.

  • Cultura
  • Publicado: 2024-07-04 16:04
  • Por: Diário Digital Castelo Branco

No dia 6 de julho, sábado, às 21h30, na Casa do Bombo, em Lavacolhos, será exibido o filme “Eureka”, de Lisandro Alonso. “Um western revisionista rodado entre os Estados Unidos, Espanha e México, que tem sido descrito como uma fábula indígena em busca da verdade e da redenção do povo”. Segundo a sinopse, “através de várias histórias, o realizador chama a atenção para a importância da preservação das tradições e modos de vida das tribos nativas da América do Norte e do Sul”. Com Viggo Mortensen, Chiara Mastroianni ou a portuguesa Luísa Cruz, numa obra com coprodução portuguesa. Após o filme terá lugar um Mini Concerto exploratório com jesuíno.

Nos dias 16 e 23 de julho, às 21h00, n’A Moagem – Cidade do Engenho e das Artes, serão exibidas as duas partes de “Trenque Lauquen”, de Laura Citarella, considerado por muitas publicações, como por exemplo pelos Cahiers du Cinéma, como o melhor filme de 2023. Um filme sobre “a busca de uma mulher desaparecida levada a cabo por dois homens por ela apaixonados, regressão em estado cristalino todos os quebra-cabeças, mistérios e fascinações da literatura de Borges, de Roberto Bolaño ou de Bioy Casares”.

Para fechar esta homenagem à Argentina, no dia 30 de julho, às 21h00, n’A Moagem, será exibido o filme “Os Delinquentes”, de Rodrigo Moreno. “Dois funcionário bancários, em determinado momento das suas vidas, quando a esperança começa a faltar, decidem arquitetar um assalto que lhes permita nunca mais terem de trabalhar. Que lhes permita, talvez, mudar de vida”.

Pelo meio desta homenagem, mas fora dela, no dia 20 de julho, sábado, pelas 21h30, na Escola de Enxames, terá início um novo ciclo de quatro filmes, que se irá estender até setembro noutras freguesias do concelho do Fundão, denominado “Filmes Rurais Americanos”, realizados no período clássico do cinema americano pelos realizadores Phill Karlson e Bud Boetticher. Um ciclo programado pelo americano Andy Rector. Para iniciar será projetado o filme “Ouro Negro”, de Karlson, realizado em 1947. “Uma história puramente americana, erigida no conflito entre os sonhos por cavalos e corridas e o poder da descoberta do petróleo”, numa estreia em Portugal.

A entrada é livre. Faça a reserva do seu lugar através do e-mail bilheteira@cm-fundao.pt  ou do contacto telefónico 275 773 032 (custo de uma chamada para rede fixa nacional).

PUB

PUB

PUB

PUB