Proença-a-Nova: Lagar de Azeite de Sobreira Formosa visa o desenvolvimento regional

O lagar de Sobeira Formosa, inaugurado a 13 de Junho, está pronto a receber a matéria-prima da próxima campanha de azeitona.

  • Economia
  • Publicado: 2024-06-19 22:58
  • Por: Diário Digital Castelo Branco

Através da candidatura ao PDR2020-10212-061683, no âmbito do projeto Bioberço da Lusitânia, a Pinhal Maior lidera um ambicioso plano de recuperação e modernização das instalações do lagar, em parceria com o Município de Proença-a-Nova, uma estrutura histórica pertencente à antiga Cooperativa de Olivicultores de Sobreira Formosa, “que enaltece o arrojo daqueles que no fim da década de 50 do século passado tiveram para edificar aquela infraestrutura”, afirma em nota de imprensa, João lobo, presidente da Câmara Municipal de Proença-a-Nova. 

Este equipamento foi palco da Sessão Solene do Dia do Município, como forma de promover a nova vida ao antigo equipamento, numa iniciativa que promete revitalizar a economia local e regional.

A recuperação do lagar envolveu a instalação de novos equipamentos para a extração de azeite. Este projeto visa atender tanto os produtores de azeitona em modo de produção biológico quanto os que utilizam métodos tradicionais, sendo possível a sua laboração quase em simultâneo. A nova linha de produção, embalamento e rotulagem será exclusivamente dedicada ao azeite biológico, promovendo um produto de alto valor acrescentado e com crescente procura no mercado. Com marca própria, nos formatos de garrafas de um litro, o azeite será adquirido aos produtores que vão transformar a sua azeitona no lagar. O embalamento e a comercialização do azeite ficam a cargo de cada produtor, exceto o azeite biológico, que a Pinhal Maior vai ficar com as produções, embalamento e comercialização. 

Além da produção de azeite, o lagar integrará uma unidade de desidratação de frutas e legumes biológicos. Esta iniciativa busca aproveitar os excedentes hortofrutícolas da central de recolha existente em Mação, prevenindo o desperdício e criando uma nova linha de produtos sustentáveis e de alta qualidade. Este é um passo inovador na região, onde a desidratação de produtos hortofrutícolas ainda é uma atividade inexistente, oferecendo uma nova oportunidade de conservação e comercialização para os agricultores locais. 

Localizado na região Centro, a segunda maior área do país em termos de olival, o lagar de Sobreira Formosa beneficia de condições ideais para a produção de azeite de alta qualidade. Os concelhos de Mação, Oleiros, Proença-a-Nova, Sertã e Vila de Rei, todos inseridos na zona de Denominação de Origem Protegida (DOP) para azeites da Beira Baixa, são conhecidos por produzir azeite com baixos níveis de acidez, um atributo valorizado no mercado.

Com este projeto, a Pinhal Maior e o Município de Proença-a-Nova dão um passo significativo na valorização dos recursos locais e na promoção da economia circular, garantindo um futuro próspero para a comunidade agrícola da região.

PUB

PUB

PUB

PUB