Idanha-a-Nova: Centro Municipal de Proteção Civil vai ser requalificado

As atuais instalações da Proteção Civil de Idanha-a-Nova vão ser requalificadas para criação do Centro Municipal de Proteção Civil, dotando o espaço de melhores condições operacionais.

  • Região
  • Publicado: 2021-11-24 00:52
  • Autor: Diário Digital Castelo Branco

O edifício sito na Rua Vaz Preto, em Idanha-a-Nova, é propriedade do Município que pretende proceder à sua remodelação, adaptação e refuncionalização de forma a fortalecer a estratégia delineada para a segurança no concelho.

Em comunicado enviado ao Diário Digital Castelo Branco, o presidente da Câmara Municipal de Idanha-a-Nova, Armindo Jacinto, afirma que a obra “vem reforçar a área da segurança, no âmbito do grande investimento que esta autarquia tem vindo a fazer na Proteção Civil, no apoio aos Bombeiros Voluntários e às Forças de Segurança”.

 “As novas instalações aumentarão a operacionalidade e a articulação de todos os serviços envolvidos em operações de proteção civil para, assim, garantir a salvaguarda de pessoas e bens, mas também a proteção e conservação do património arquitectónico, natural e cultural”, acrescenta Armindo Jacinto.

A obra representa um investimento de 412 520,21 euros e é cofinanciada pelo Centro 2020, integrada numa candidatura para a proteção contra incêndios florestais.

O Centro Municipal de Proteção Civil de Idanha-a-Nova será dotado de espaço físico e recursos tecnológicos adequados às características funcionais que um espaço desta natureza deverá cumprir. Terá sala de operações, gabinetes de trabalho, arquivo, arrecadação, instalações sanitárias, cozinha, sala de estar e de refeições, e ainda habitação para respostas imediatas de emergência para sustentação logística de eventuais desalojados.

Armindo Jacinto salienta que o investimento “está integrado na visão estratégica que temos para o concelho de Idanha-a-Nova. Uma Idanha solidária dos 0 aos 114 anos, com uma oferta de qualidade nas áreas da educação, da saúde, da segurança e da habitação, decisivas para fixar população e atrair investimento e novos residentes”.

A abertura de procedimento através de concurso público foi aprovada por unanimidade na última reunião de Câmara, sendo em breve submetida a apreciação e deliberação da Assembleia Municipal a assunção de compromissos plurianuais.

PUB

PUB

PUB

PUB