Autárquicas2021/Covilhã: Vítor Pereira candidata-se a terceiro mandato

O atual presidente da Câmara da Covilhã, Vítor Pereira (PS), vai recandidatar-se a um terceiro mandato, para que o concelho continue no “rumo certo”, em prol do desenvolvimento e progresso, disse o próprio à agência Lusa.

  • Região
  • Publicado: 2021-07-21
  • Autor: Diário Digital Castelo Branco

“Covilhã no rumo certo porque queremos continuar a trabalhar em todas as frentes, com uma linha de conduta e uma prática pelo desenvolvimento, progresso, esperança e felicidade para todos os concidadãos”, apontou.

Vítor Pereira, que foi eleito pela primeira vez em 2013, salienta o trabalho realizado nos últimos dois mandatos, a começar pela redução da dívida que, diz, era superior a 100 milhões de euros e que agora é “menos de metade”.

Na lista de objetivos cumpridos, destaca a capacidade da autarquia em aproveitar os fundos comunitários e as condições que criou para que o investimento privado pudesse fazer o mesmo.

Realça ainda o “forte investimento” nas escolas, educação, saúde, desporto e cultura, no apoio às famílias, empresas, instituições sociais, associativismo e juntas de freguesias, bem como na dinamização do turismo ou na atração de investimento.

O candidato salienta a concretização de obras como o Teatro Municipal, o Museu da Covilhã, o Centro de Inovação e Empresarial e a requalificação de outros edifícios importantes da cidade, mas diz que é preciso continuar.

Se for eleito, quer levar “até ao limite” o objetivo de encerrar o ciclo das infraestruturas para que as próximas gerações tenham melhores condições de trabalho e mais facilidade em implementar “muitas e boas políticas”.

“A Covilhã ainda precisa de terminar de requalificar todas as vias do concelho. Precisamos de ter uma variante à Serra da Estrela e retirar o trânsito da cidade”, apontou.

A qualificação e conservação do espaço público e a aposta na mobilidade na cidade, nas vilas e nas aldeias são outras das prioridades da candidatura socialista.

Na lista dos objetivos inclui a concretização das obras do Pavilhão do INATEL, para que a cidade tenha um pavilhão desportivo, a criação de umas piscinas cobertas dignas e com boas condições, a criação de um novo espaço dedicado aos idosos ou o apoio à obra para a Unidade de Saúde Familiar.

Nos desafios vinca a concretização da Estratégia de Habitação Local, bem como o apoio social, em particular aos mais idosos.

A mobilização de esforços para dar resposta aos problemas criados pela crise pandémica e a aposta em criar condições para continuar a atrair investimento que permita fixar pessoas, são outros dos compromissos.

Vítor Pereira revelou ainda que o primeiro candidato à Assembleia Municipal continuará a ser o médico João Casteleiro, que é o atual presidente daquele órgão e que também preside ao Centro Hospitalar Universitário Cova da Beira.

As eleições autárquicas estão marcadas para 26 de setembro.

Na Covilhã também já foram anunciadas as candidaturas de Jorge Fael (CDU), Pedro Farromba (coligação CDS-PP/PSD/IL) e do escritor João Morgado (coligação MPT/PPM e Aliança).

Atualmente, a Câmara da Covilhã é liderada pelo socialista Vítor Pereira, que foi reeleito em 2017, conquistando cinco dos sete mandatos possíveis. O CDS-PP e o movimento independente "De Novo Covilhã" elegeram um vereador cada.

PUB

PUB

PUB

PUB