Castelo Branco: "250 anos 250 sabores" lança rota gastronómica para atrair turistas

Uma parceria económica regional, desenvolvida pela Câmara de Municipal de Castelo Branco, vai lançar uma rota grastronómica que tem como objetivo atrair visitantes ao concelho e dar a conhecer o receituário tradicional, produtos endógenos e a rede de estabelecimentos de restauração.

  • Economia
  • Publicado: 2021-05-29
  • Autor: Diário Digital Castelo Branco com Lusa

"Temos um apreciável património de interesse histórico, cultural e paisagístico que assenta no mote natureza, sabor e cultura, e que oferece uma incrível variedade de espaços, contextos e ambientes”, disse o presidente do município.

Concretamente, “ao nível do sabor, a gastronomia praticada em Castelo Branco é sinónimo de qualidade e tradição, aliada à modernidade que se distingue pelos seus aromas intensos", referiu José Augusto Alves.

O autarca falava, numa conferência de imprensa, para a apresentação do programa "250 anos 250 sabores", iniciativa criada no âmbito dos 250 anos de elevação de Castelo Branco a cidade e que tem como parceiros a Associação da Hotelaria, Restauração e Similares de Portugal (AHRESP), a InovCluster - Associação do Cluster Agroindustrial do Centro e Turismo Centro Portugal.

"Com a criação desta rota, pretendemos atrair visitantes ao concelho e dar a conhecer o receituário tradicional, a oferta de produtos endógenos e a rede de estabelecimentos de restauração, convidando todos os turistas nacionais a desfrutar de uma estadia no concelho e a beneficiar de um conjunto de vantagens associadas", afirmou.

Neste âmbito, o município de Castelo Branco vai disponibilizar um apoio financeiro à AHRESP para a execução de dois programas.

O primeiro, a rota gastronómica "Castelo Branco 250 anos 250 Sabores", recebe um total de 15 mil euros. Os restaurantes aderentes têm que criar o "menu experiência 250 anos", cujo preço não deve ultrapassar os 18 euros, sendo que cada um deles irá receber um apoio de 500 euros.

Inclui ainda o vale estadia (total de 102 mil euros), destinado aos visitantes provenientes de fora do concelho, que mediante comprovativo da reserva de estadia feita no Posto de Turismo recebem um vale de 15 euros.

O segundo programa, seleção gastronomia e vinhos, vai receber um total de quatro mil euros e tem como objetivo promover a gastronomia e o património cultural através de medidas como a adoção do receituário tradicional ou a utilização preferencial de produtos portugueses.

Estes programas vão ter início no dia 15 de junho e vão estar em vigor até ao final do mês de setembro.

PUB

PUB

PUB

PUB