APAF auxilia família de refugiados em Castelo Branco

Na passada 5ªfeira, dia 29 de abril, a Associação Portuguesa de Árbitros de 
Futebol (APAF), representada pelo seu diretor Sérgio Mendes, entregou 10 cabazes a famílias de refugiados que estão a ser acompanhados pela Associação Amato Lusitano.

  • Região
  • Publicado: 2021-05-04
  • Autor: Diário Digital Castelo Branco
Segundo Diana Henriques, responsável pelo pelouro da Responsabilidade Social da APAF, esta iniciativa “teve como objetivo humanizar a figura do Árbitro que está, 
normalmente, associada a causas nobres e humanitárias fora do âmbito desportivo”. 
Estiveram envolvidos Árbitros de todo o país, os quais recolheram bens alimentares e de higiene para esta causa desde o momento em que foi assinalado o Dia Internacional do Voluntariado.
A escolha da Associação Amato Lusitano é fruto do reconhecimento do trabalho 
desenvolvido por esta instituição que segundo Cristele Domingues e Susana Bartolo, duas das suas responsáveis, “presta apoio a mais de 1000 migrantes, dos quais cerca de uma centena são refugiados”.

PUB

PUB

PUB

PUB