Fundão fixa três empresas que vão investir mais de dois milhões de euros

A Câmara do Fundão atribuiu o estatuto de interesse municipal a três empresas que têm projetados investimentos para o concelho, num total conjunto que ultrapassa os dois milhões de euros, disse aquela autarquia. 

  • Economia
  • Publicado: 2021-04-22
  • Autor: Diário Digital Castelo Branco

Em nota de imprensa enviada à agência Lusa, o município, que é liderado por Paulo Fernandes, adianta que estas empresas vão criar, no total, cerca perto de 50 novos postos de trabalho, nas localidades do Fundão, Pêro Viseu e Silvares.

Segundo detalha, uma das empresas é a "2Keep - Fabrico de Produtos Metálicos, Lda.", que está ligada aos polimentos e que já criou 12 postos de trabalho, sendo que pretende agora ampliar e desenvolver o projeto, prevendo um investimento global de 860 mil euros e a criação de mais 30 postos de trabalho.

A outra empresa é a "Encosta Negral, Lda.", que pretende criar um novo empreendimento turístico em espaço rural na freguesia de Pêro Viseu, com um investimento total de cerca de 882 mil euros e a criação imediata de seis postos de trabalho.

A "PH9.5, Lda." vai ficar em Silvares e apostar no fabrico e comercialização de sabão e outros produtos similares de barbearia, prevendo um investimento de 470 mil euros e a criação de cerca de 10 postos de trabalho.

"A aprovação do interesse municipal destas empresas tem em consideração que o desenvolvimento socioeconómico do território se alicerça na competitividade e sustentabilidade dos investimentos e projetos empresariais", fundamenta a autarquia.

Além disso, no âmbito da estratégia municipal em matéria de atração de investimento, fomento da inovação e promoção do emprego, estas empresas vão beneficiar uma redução de 75% no Imposto Municipal sobre a Transmissão Onerosa de Imóveis e no Imposto Municipal sobre Imóveis (IMI), para efeitos de aquisição de imóveis.

O município destaca que tem vindo a criar instrumentos e normas regulamentares que visam fomentar o investimento e a competitividade, dirigidos a empresas instaladas e a novos investimentos e que estes apoios visam contribuir para reduzir as assimetrias de desenvolvimento face a outros territórios, ao mesmo tempo que se promove um território competitivo.

PUB

PUB

PUB

PUB