Prisão preventiva para residente em Castelo Branco suspeito de violência doméstica em Cascais

Um homem de 38 anos ficou em prisão preventiva por ser suspeito de perseguir, agredir e ameaçar a ex-companheira, de quem se separou há três anos, divulgou hoje o Comando Metropolitano de Lisboa da PSP (Cometlis).

  • País
  • Publicado: 2021-03-18
  • Autor: Diário Digital Castelo Branco/Lusa

Em comunicado, o Cometlis refere que as agressões à ex-companheira terão ocorrido no dia 06 de fevereiro, “sob o pretexto de esta ter um namorado”.

“Constatou-se durante a investigação que o suspeito tem comportamentos violentos e que seria provável que viesse a por em causa a integridade física e psicológica quer da vítima, quer do seu atual namorado, facto este que é consubstanciado nas agressões e ameaças de que dirigiu à vítima, pelo que se impunha a sua detenção e apresentação à autoridade judiciária”, é referido na nota.

O homem, que é suspeito do crime de violência doméstica, foi detido na segunda-feira na sequência de um mandado de detenção.

Na sequência da realização de uma busca domiciliária na sua residência em Castelo Branco, as autoridades apreenderam uma pistola de ar comprimido e um telemóvel.

O detido já foi presente ao Tribunal Judicial da Comarca de Cascais que lhe aplicou a medida de coação de prisão preventiva.

PUB

PUB

PUB

PUB