Proença-a-Nova: Orçamento Municipal para 2021 revisto em mais de 2, 5 milhões de euros

O orçamento do Município de Proença-a-Nova para 2021 totaliza os 18.330.939,00 euros, depois da integração do saldo do ano 2020, representando um aumento superior a dois milhões e meio de euros.

  • Economia
  • Publicado: 2021-02-19
  • Autor: Diário Digital Castelo Branco

Segundo informação a que o Diário Digital Castelo Branco teve acesso, a revisão orçamental, aprovada na sessão da Assembleia Municipal de 5 de fevereiro por maioria, irá permitir o reforço de algumas rubricas do orçamento, nomeadamente as que dizem respeito a áreas estratégicas da atividade municipal. “É com orgulho que o Município de Proença-a-Nova, na senda da estratégia e gestão definida nos últimos anos, pode desenvolver intervenções que se traduzem no médio e longo prazo. É hoje consentâneo entre todos que a fixação de população e criação de oportunidades só se realiza pela empregabilidade, e é nesse ponto principal que alocamos o esforço financeiro do Município, sem descurar o apoio social, a educação, a cultura e a inclusão”, considera, em comunicado de imprensa, João Lobo, presidente da Câmara Municipal. “Importa reconhecer o trabalho diário que os colaboradores do Município realizam para o objetivo principal, o serviço à comunidade: é e será sempre em conjunto que construímos todos os dias o futuro que é comum”, declara o autarca.

Em termos de projetos destacam-se as infraestruturas da segunda fase de expansão do Parque Empresarial de Proença-a-Nova que irá aumentar a oferta em mais 35 lotes, a requalificação da antiga serração Daniel Lourenço e a sua reconversão em Parque de Acolhimento Empresarial do Vale Porco e as obras que estão em curso na Praia Fluvial da Aldeia Ruiva e na Serra das Talhadas. Há ainda novas obras, como a ampliação do Centro Ciência Viva da Floresta para acolher o projeto BioAromas LIIS – Laboratório de Integração e Inovação Social, as pavimentações para o corrente ano e a limpeza das faixas de gestão de combustível na rede viária em que, por força de lei, o Município se tem de sobrepor aos privados quando estes não cumprem o definido. A área da ação social também será reforçada, considerando a atual crise pandémica e os impactos que poderá vir a ter na população do concelho, quer seja a pertencente aos grupos de maior risco e vulnerabilidade, quer seja a que sofre os impactos do desemprego.

PUB

PUB

PUB

PUB