Proença-a-Nova/2020: Emissão de alvarás para a construção civil pela autarquia apresenta quebra muito ligeira

A Câmara Municipal de Proença-a-Nova emitiu 31 alvarás de construção em 2020, apenas menos cinco do que em 2019, número considerado positivo pelo presidente da autarquia tendo em conta que dizem respeito ao ano da crise de saúde pública.

  • Economia
  • Publicado: 2021-01-09
  • Autor: Diário Digital Castelo Branco

Em comunicado enviado ao Diário Digital Castelo Branco o Presidente da Câmara Municipal refere que “2020 foi um ano atípico, com consequências devastadoras a muitos níveis e com muita incerteza à mistura. No entanto, e pelo menos no que diz respeito à construção civil, de uma forma geral as pessoas que tinham planeado investir na construção de residências mantiveram os seus planos”, afirma, João Lobo.

Analisando as estatísticas, o maior número de alvarás emitidos está novamente concentrado na União de Freguesias de Proença-a-Nova e Peral, seguindo-se a União de Freguesias de Sobreira Formosa e Alvito da Beira. “Uma das curiosidades dos dados é que 70% dos processos dizem respeito à construção nas aldeias do concelho, mostrando algum potencial de novos habitantes, o que é sempre de destacar”, revela o autarca.

A resiliência dos empresários do sector da construção é apontada pela Associação dos Industriais da Construção Civil e Obras Públicas na conjuntura da construção que foi publicada em dezembro de 2020: “No segmento residencial, num contexto de elevada procura nacional e internacional e de taxas de juro historicamente baixas, com a concessão de crédito para aquisição de habitação a crescer 6,4% nos primeiros 10 meses de 2020, a avaliação bancária da habitação a aumentar 4,9% até novembro e com o forte crescimento observado no licenciamento de fogos em construções novas em 2019 (+18,6%), estima-se que o valor bruto da produção cresça 4,5% em 2020”. 

PUB

PUB

PUB

PUB