Sporting da Covilhã reduzido a 10 jogadores empata com o Vilafranquense

O Sporting da Covilhã empatou hoje 2-2 com o Vilafranquense, quando já se encontrava reduzido a 10 jogadores, após a expulsão de Vente, em jogo da sexta jornada da II Liga de futebol.

  • Desporto
  • Publicado: 2020-10-18
  • Autor: Diário Digital Castelo Branco/Lusa

Daffé pôs a equipa de Capucho na frente do marcador aos 23 minutos, mas Leandro empatou aos 32. No segundo tempo, Jefferson protagonizou a reviravolta, aos 65, antes de Gilberto restabelecer a igualdade final, aos 73, na marcação de uma grande penalidade.

Num encontro equilibrado, com ambas as formações, com os mesmos quatro pontos, separadas por uma posição na tabela classificativa e à procura da segunda vitória no campeonato, o Sporting da Covilhã foi a primeira equipa a criar perigo, mas Enoh, em boa posição, foi perdulário.

Os serranos chegaram à vantagem aos 23 minutos, por intermédio de Daffé. O médio Filipe Cardoso serviu o senegalês, que recebeu de costas, progrediu pelo corredor direito e rematou cruzado para o fundo das redes.

O conjunto de Vila Franca de Xira, orientado por Quim Machado, empatou pouco depois, aos 32, num lance de belo efeito, protagonizado por Leandro Antunes, a surpreender Leo Navachio com um remate de fora da área, na esquerda, que entrou junto ao vértice oposto da baliza adversária.

Antes do descanso, Enoh recebeu de Gilberto, mas atirou ao lado da baliza do Vilafranquense.

No reatamento os ‘leões da serra’ surgiram a pressionar mais e Enoh, por duas vezes, tentou a sorte, tal como Rui Areias, mas, na área, assistido por Gui, desperdiçou a ocasião.

Numa altura em que os serranos estavam a ser a formação mais acutilante, ficaram reduzidos a 10 elementos, ao minuto 64, devido à expulsão de Edwin Vente, por acumulação de cartões amarelos.

No minuto seguinte, o Vilafranquense operou a reviravolta no marcador, com a ajuda do guardião serrano. Jefferson saiu do banco e rematou, só que Léo Navachio foi mal batido, ao tocar na bola, mas deixando-a escapar para dentro da baliza.

O Sporting da Covilhã chegou à igualdade aos 73 minutos, numa grande penalidade convertida por Gilberto, a castigar falta de Sparagna e, apesar de ambas as equipas procurarem a vitória, o resultado não se alterou.

 

Jogo no Estádio Santos Pinto, na Covilhã.

Sporting da Covilhã - Vilafranquense: 2-2.

Ao intervalo: 1-1.

Marcadores:

1-0, Daffé, 23 minutos.

1-1, Leandro Antunes, 32.

1-2, Jefferson, 65.

2-2, Gilberto, 73, (grande penalidade).

 

Equipas:

- Sporting da Covilhã: Léo Navachio, Jean Felipe, André Almeida (João Cardoso, 83), Jaime Simões, Edwin Vente, Gilberto (Lamine, 84), Filipe Cardoso, Gleison (Rui Areias, 61), Enoh (Joel Vital, 69), Gui Inters, Daffé (Leo Cá, 61).

Suplentes: Bruno Bolas, Tiago Moreira, João Cardoso, Ídris, Joel Vital, N`Dao Lamine, Leo Cá, Daivison Borges, Areias.

Treinador: Capucho.

- Vilafranquense: Maringá, Vítor Bruno, Sparagna, Diogo Coelho, Leonardo (Marcos Vinícious, 77), André Ceitil (Jefferson, 59), Diogo Izata (Rúben Gonçalves, 70), Varela (André Claro, 46), Leandro (Vitinho, 59), André Dias, Rodrigo Rodrigues.

Suplentes: Bruno Ferreira, Jefferson, Filipe Oliveira, Vitinho, André Claro, Veiga, Timbó, Ruben Gonçalves, Marcos Vinícius.

Treinador: Quim Machado.

 

Árbitro: João Gonçalves (AF Porto).

Ação disciplinar: Cartão amarelo a Edwin Vente (35 e 64), Leonardo (44), Diogo Izata (52), André Ceitil (53), Sparagna, (62).

Cartão Vermelho, por acumulação de amarelos, a Edwin Vente (64).

Assistência: Jogo realizado à porta fechada devido à pandemia de covid-19.

PUB

PUB

PUB

PUB