Eleições PSD - Castelo Branco: Carlos Almeida apresenta elementos da lista C em vídeo conferência

Depois de ter apresentado, no passado dia 24 de Agosto, José Carlos Beato, como mandatário, e como candidato à presidência da Mesa do Plenário de Secção de Castelo Branco, Nuno Almeida Santos, da lista C,
Carlos Almeida, apresentou em vídeo conferência os elementos que compõem a Lista C - Coragem para Continuar, na passada 2ªfeira, dia 14 de Setembro, à qual o Diário Digital Castelo Branco assistiu. 

  • Região
  • Publicado: 2020-09-16
  • Autor: Diário Digital Castelo Branco

Com as eleições marcadas para o próximo Sábado, dia 19 de Setembro e estando a segurança em primeiro lugar, querendo dar o exemplo, tendo em conta a situação de pandemia que se vive e que estando a chegar na sua segunda vaga, a conferência de imprensa decorreu num formato inovador, através da plataforma Zoom.

Carlos Almeida afirmou em directo que "Compete-nos, no processo de mudança, esbater dificuldades e encontrar novas oportunidades.

Aqui fica o nosso contributo para o PSD mas, sobretudo, o nosso serviço público em favor das pessoas que vivem no nosso Concelho: propostas e ideias.

Queremos resgatar Castelo Branco da opacidade e devolver aos Albicastrenses com mais transparência!

Queremos resgatar Castelo Branco da interioridade e devolver aos Albicastrenses com centralidade ibérica!

Queremos resgatar Castelo Branco da subserviência e dos interesses pessoais e devolver aos Albicastrenses com igualdade de oportunidades.!

Vamos fazer de Castelo Branco um território onde todos possam concretizar os seus sonhos!

Com pessoas credíveis e ideias inovadoras!

Já Nuno Almeida Santos declarou que

"Respondendo ao convite que me foi feito pelo companheiro Carlos Almeida, faço parte desta candidatura e deste projecto. 

Sou candidato a presidir ao plenário de secção de Castelo Branco.

Ao fim de alguns anos de ausência de militância activa, julgo que se encontram reunidas as condições para regressar à vida partidária.

E sobre esta questão - quero deixar uma justificação expressa sobre a minha ausência da vida Partidária.

De facto, no seio do partido, no passado, foi-me sendo manifestada alguma hostilidade à minha pessoa, algum incómodo por parte dos então dirigentes, na minha intervenção.  

Quem hoje questionar porque  andei durante alguns anos afastado, certamente poderá procurar a resposta nas atitudes que tomaram repetidamente, em relação a mim. 

Acreditem que não foi fácil ter de me afastar, mas acreditem que não tive alternativa. 

No entanto, participei noutras candidaturas a outros órgãos do partido, e no passado recente, fui mandatário concelhio da Candidatura de Rui Rio, o actual líder do Partido, que apoiei e cujo apoio reitero.    

Depois de uma pausa de vários anos, entendi aceitar o convite para participar neste projecto, nesta candidatura aos órgãos concelhios do PSD, partido em que milito há cerca de trinta e cinco anos e do qual nunca me afastei.

Faço-o porque esta é uma candidatura que quer mobilizar, que pretende renovar, que deseja aproximar.

É nestes princípios que também acredito.

Como já tive oportunidade de expressar, o PSD precisa ser mobilizado e ser mobilizador, precisa renovar e ser renovador, precisa aproximar e estar próximo.

O PSD precisa ser capaz de mobilizar todos, e ter nas sua fileiras os melhores, e os mais capazes.

O PSD Precisa conseguir captar novos militantes, com novas ideias, com dinamismo, com irreverência, e  ser capaz de preservar entre os seus,  os militantes mais velhos, e mais experientes, 

O PSD não pode ter receio do debate das ideias, da pluralidade e do confronto de opiniões.

É do confronto de ideias e de opiniões entre todos, sem receios, sem paternalismos, que teremos de saber retirar as nossas melhores ideias, e definir as melhores estratégias.

Um partido político jamais poderá ser um lugar de unanimismo, e por vezes uma casa de interesses menores e obscuros.

O partido também de nada serve, se lá fora, a sociedade civil não perceber o que dizemos, o que defendemos, ou o que queremos.

Temos de ser rigorosos, arrojados e elaborados nos projectos, mas simples nas mensagens, e pragmáticos na acção.

É para isso que teremos de ter coragem. E este projecto tem as pessoas que podem preconizar esta coragem.

Coragem para reflectir, coragem para fazer um amplo debate de ideias, coragem para ampliar e partilhar as discussões, e não menos importante, coragem para decidir.

Coragem para acreditar que poderemos mudar o que queremos mudar! Continuando um trabalho que veio sendo feito nos últimos anos.

Estou em crer que assim teremos um PSD maior, mais forte, também em Castelo Branco, capaz de preconizar a alternativa necessária. 

Espero que esta candidatura que hoje vos apresentamos seja vencedora, para que possamos dar um contributo activo ao PSD de Castelo Branco, 

Convido assim todos os militantes do PSD de Castelo Branco, que se identificam com este projecto e com esta equipa, que nos apoiem, votando na Lista C, no próximo sábado, dia 19 de Setembro.

 

 

PUB

PUB

PUB

PUB