Distrital da JSD de Castelo Branco entrega propostas na Assembleia da República

A Distrital da Juventude Social Democrata (JSD) de Castelo Branco reuniu, na passada quarta-feira, dia 9 de Setembro, com a Deputada eleita pelo círculo de Castelo Branco, Cláudia André, e Isabel Lopes eleita pelo círculo eleitoral de Bragança.

  • País
  • Publicado: 2020-09-13
  • Autor: Diário Digital Castelo Branco

O encontro, que decorreu na Assembleia da República, serviu para os jovens apresentarem algumas bandeiras e causas do seu projeto político “Agora, o Interior!” que desejam ver discutidas no Parlamento.

Segundo a informação enviada ao Diário Digital Castelo Branco, a delegação da JSD, composta pelo Presidente, Hugo Lopes, pelos Vice-Presidentes, João Diogo e Mário Pereira, e pelo Secretário-Geral, Miguel Barroso, entregou quatro documentos às Deputadas com propostas para a Educação e Ciência, a Floresta e Ambiente, a Reorganização do Território e Floresta, bem como a Saúde em territórios de baixa densidade.

Os desafios vividos pelas Instituições de Ensino Superior da região foram amplamente debatidos, com destaque para o subfinanciamento crónico do IPCB e da UBI e a possibilidade de apresentação de orçamentos plurianuais, que possibilitam um planeamento mais consistente. No caso da UBI, foram também analisados os problemas com os programas +Superior e Retomar, a crise decorrente da redução de camas obrigatória em virtude da pandemia (-200/250 camas num total de 808 e em contexto de anterior carência no alojamento, com uma faculdade sem serviço de alojamento próximo), a falta de apoio aos Serviços de Ação Social, que, segundo a JSD, aumentaram a sua despesa em contexto de quebra de receita, e cuja Associação Académica se encontra prejudicada em 117.000,00€ pelo Programa de Apoio Estudantil do IPDJ.

Os jovens social democratas criticaram também o modelo atual de aplicação das portagens na A23, que consideraram ser um entrave ao desenvolvimento do interior, para além de uma injustiça em relação à região que paga das portagens mais cara do país, tem uma rede ferroviária deficitária, carece da conclusão do IC6 e IC31 e pediram o alargamento do desconto jovem na CP até aos 30 anos. Nesta matéria, as estruturas estarão atentas, dado que a Ministra da Coesão Territorial garantiu que se demitiria caso os “descontos” nas portagens não entrassem em vigor no terceiro trimestre deste ano, que acaba agora no final de setembro. Já quanto à conclusão da linha da Beira Baixa, o Ministro das Infraestruturas tinha apontado como prazo final de conclusão o primeiro semestre de 2020, o que não aconteceu. A JSD crítica o atraso e realça a necessidade de uma ligação ferroviária entre os dois distritos (Castelo Branco e Guarda).

A instalação da rede 5G foi classificada como uma oportunidade para o interior do país, sendo uma forma de eliminar distâncias e criar oportunidades significativas de investimento. No entanto, não se pode falar em internet sem que, antes, se garanta cobertura de rede móvel em todo o território, nomeadamente na Beira Baixa.

O modelo de eleição das CCDR, a reforma do sistema político, a reorganização do território e a dualidade entre distritos e CIM foram temas também discutidos, além do ambiente e poluição e dos problemas inerentes à rede de cuidados de saúde da região. No último caso, foi sublinhado que, por falta de médicos, em determinados pontos do distrito a VMER vai ficando inoperacional por períodos de 4 a 6 horas. O mesmo com serviços de urgência e o enorme volume de horas extraordinárias acumuladas pelos profissionais de saúde neste contexto pandémico. No que concerne o setor da saúde, a estrutura distrital elencou como prioritários os desafios que se colocam aos territórios de menor densidade em matéria de maior integração e articulação entre os vários níveis de cuidados e particularmente entre unidades de saúde e do setor social, bem como a premência de compreender e desenhar melhores ferramentas que permitam fixar profissionais de saúde em regiões progressivamente mais carenciadas face à tendencial acumulação de carga de doença.

PUB

PUB

PUB

PUB