Maior programa nacional de criação e aceleração de Startups regressa à Covilhã em parceria com a UBI

A Universidade da Beira Interior (UBI) volta a ser parceira do maior programa nacional de criação e aceleração de startups na área do Turismo. Trata-se da iniciativa Tourism Explorers, que vai para a 4.ª edição, e pretende capacitar os empreendedores de todo o país e ajudar a reduzir as assimetrias regionais. A participação é gratuita e as inscrições estão abertas até ao dia 7 de outubro.

  • Educação
  • Publicado: 2020-09-07
  • Autor: Diário Digital Castelo Branco

Segundo a informação enviada ao Diário Digital Castelo Branco, o evento tem organização de Fábrica de Startups, em parceria com o Turismo de Portugal, Tourism Explorers é promovido para apoiar a criação, definição da melhor estratégia  e adaptação do negócio a uma nova realidade. Tem ainda a vantagem e permitir o acesso a uma rede única de mentores, parceiros, potenciais clientes e investidores.

Dividido em Ideação e Aceleração, o Tourism Explorers vai decorrer em simultâneo (através de Live Streaming), em mais 11 cidades portuguesas, além da Covilhã: Aveiro, Beja, Caldas da Rainha, Coimbra, Évora, Faro, Lagoa (São Miguel), Lisboa, Porto, Setúbal e Viseu. Na fase de Ideação, os participantes vão ter de encontrar uma solução inovadora para o desafio que lhes for colocado. Na fase de Aceleração, as equipas vão ter oportunidade de testar e validar o seu modelo de negócio.

Lançado em 2017, o Tourism Explorers já envolveu mais de 730 empreendedores, espalhados por 17 cidades, e contribuiu para o desenvolvimento de mais de 290 startups. De acordo com o mais recente Relatório de Impacto, 60% das startups que participaram neste programa continuam ativas, 23% recebeu algum tipo de investimento e 13% conseguiu internacionalizar o seu negócio, sendo que a maior concentração recai sobre Espanha e o Brasil.

Este concurso já premiou um diplomado pela UBI que concorreu a partir da Covilhã. Tratou-se da plataforma ARTIST (vencedora da edição de 2018),da responsabilidade da Wicked Cat Interactive, de Pedro Pereira, CEO da empresa. Refere que o prémio no valor de 10.000€ foi “uma ajuda financeira” para conseguir “manter a empresa numa fase inicial”, enquanto começava “a efetuar as primeiras vendas”.

A SNEAT é outro dos exemplos de startups que já participaram no Tourism Explorers, na Covilhã.

Para a concretização deste programa, a Fábrica de Startups e o Turismo de Portugal contam ainda com o apoio do Parkurbis - Parque de Ciência e Tecnologia da Covilhã.

PUB

PUB

PUB

PUB