Castelo Branco: Matadouro de Alcains abate bovino cujo valor comercial cifra-se entre os 70€ e os 100€ por cada quilo

A Oviger S.A.  – Matadouro de Alcains abateu, na passada semana, o primeiro exemplar de um bovino Wagyu.

  • Economia
  • Publicado: 2020-06-30
  • Autor: Diário Digital Castelo Branco

De aspeto franzino e ossudo, mais semelhantes às vacas leiteiras do que às tradicionais raças de bovino para carne, a carne waygu - kobe, cuja fama é proporcional ao preço, é considerada como a melhor do mundo.

Segundo a informação enviada ao Diário Digital Castelo Branco, tal deve-se essencialmente à quantidade de marmoreado ou gordura intramuscular que a raça produz, e que lhe confere sabor e uma tenrura e macieza diferente de toda a outra carne. Além disso, esta gordura intramuscular caracteriza-se por ser insaturada e muito rica em ómega-3 e ómega-6.

Este animal foi nascido na Holanda e importado pela Quinta das Batoquinhas do Sabugal, criado durante 5 anos com uma dieta regada a cerveja, massagens e sessões de música, este é o primeiro animal 100% puro abatido em Portugal
O valor comercial deste tipo de carne cifra-se entre os 70€ e os 100€ por cada quilo.

De recordar que a Oviger S.A. - Matadouro de Alcains é neste momento o único matadouro desde a Beira Interior até ao Alentejo servindo os inúmeros produtores desta vasta região no que diz respeito a espécie bovina. Emprega mais de 50 pessoas e está em clara expansão e crescimento desde que foi adquirido pelo empresário Artur Diogo.

PUB

PUB

PUB

PUB