Campeonato de Portugal de Ralis regressa a Castelo Branco com 85 equipas

A Escuderia Castelo Branco anunciou que, ao receber quase uma centena de inscrições, a organização da prova, contando com casa cheia, estabeleceu o máximo de 85 equipas participantes no Rali Albicastrense. 

  • Desporto
  • Publicado: 2020-06-29
  • Autor: Diário Digital Castelo Branco
Desta forma o Campeonato de Portugal de Ralis regressa no próximo fim de semana à estrada, sem público, com um recorde de inscritos. 
Contribuindo para o cumprimento das regras de distanciamento e pretendendo chegar a um maior número de público, a Escuderia volta a inovar e irá transmitir, através da sua página de Facebook, a primeira PEC do Rali de Castelo Branco, na tarde de sábado, dia 4 de Julho, tal como a apresentação do livro “55 Anos – Apontamentos”, na noite de sábado.
O diretor de prova, Luís Dias, afirma que o desafio de concretizar a realização do Rali de Castelo Branco nestas condições é muito grande. “Tivemos de mudar uma série de procedimentos e criar condições mais restritivas para poder realizar a edição deste ano do Rali de Castelo Branco. Procurámos, juntamente com todas as entidades envolvidas, cumprir, de forma 
escrupulosa, os requisitos e acreditamos que, com o contributo de todos, vamos ter, 
certamente, um excelente e emocionante rali”, explicou.
Já António Sequeira, presidente da Escuderia, destaca “ o enorme esforço que estamos a fazer para que a prova seja realizada, sendo de destacar que sem o apoio dos Municípios de Castelo Branco e de Vila Velha de Rodão e dos patrocinadores que, mesmo nesta hora 
difícil, não nos abandonaram, seria impossível montar um evento tão importante para a economia e para a promoção desta região e que, mesmo com as fortes restrições que iremos fazer cumprir na íntegra, vai permitir ajudar a mitigar os enormes efeitos desta 
pandemia”, declara o presidente da Escuderia Castelo Branco. 
A inclusão de outros conteúdos ainda se encontra a a ser estudada, mas vai existir uma forte aposta na utilização das 
plataformas digitais para que os aficionados possam seguir a prova com o máximo acesso. 
O Rali de Castelo Branco marca o regresso da modalidade em Portugal – pós 
confinamento – nos dias 3 e 5 de julho e com um novo recorde de pilotos inscritos. São 85 os que vão disputar a prova e que, por questões de segurança, obrigou ao fecho antecipado das inscrições. A prova, que passa a ser a segunda pontuável para o campeonato português, vai para a estrada com um formato renovado, para cumprir as novas diretrizes.
O novo normal obrigou a Escuderia Castelo Branco a avançar com algumas alterações para colocar na estrada a edição de 2020 da prova. O rali, que pontua para o Campeonato de Portugal de Ralis, para o de Clássicos, para o de Iniciados, para o de RGT, para o de R4-KIT, para o Campeonato Centro de Ralis, para o 3º Desafio Kumho Portugal e para o Challenge R2&You, vai para a estrada na tarde de sábado, dia 4 de julho, e no domingo, dia 5 de julho. No total, realizam-se sete provas especiais de classificação que perfazem 99,69 quilómetros contra o cronómetro e um total de 256,17 quilómetros.
O parque de assistência volta a instalar-se em Castelo Branco, no entanto não vai estar acessível ao público, dadas as atuais circunstâncias, tal como não existirão zonas onde os espectadores poderão assistir à passagem dos carros.
Também ao contrário do que é habitual não haverá lugar à tradicional e sempre espetacular super-especial em Castelo Branco.
De recordar que o campeonato foi suspenso depois da primeira prova disputada, o Rali Serras de Fafe, vencido pelo antigo campeão nacional, Armindo Araújo (Skoda Fabia).8
O piloto de Santo Tirso lidera, por isso, a competição, com 36,9 pontos.

O Rali de Castelo Branco estava inicialmente inscrito no calendário como a sexta prova da temporada, mas devido aos cancelamentos e adiamento das provas anteriores, nomeadamente do Rali de Portugal, será a segunda prova a ser disputada.

PUB

PUB

PUB

PUB