Covid-19: Médicos do Centro de Portugal lamentam falecimento de colega vítima do vírus

A Secção Regional do Centro da Ordem dos Médicos (SRCOM) manifesta publicamente o mais profundo pesar pelo falecimento de um médico, vítima direta da doença Covid-19.

  • País
  • Publicado: 2020-06-20
  • Autor: Diário Digital Castelo Branco

Em nota de imprensa enviada ao Diário Digital Castelo Branco, a SRCOM lamenta profundamente a perda deste médico especialista em Medicina Geral e Familiar após 40 dias nos cuidados intensivos que, por triste coincidência, ocorreu no dia em que se assinala o Dia do Médico.

A SRCOM também assume, nesta hora de grande tristeza e dor, o compromisso e o imperativo moral de continuar a defender os médicos, a Saúde e os doentes, de modo a que o reconhecimento feito aos profissionais de saúde, e aos médicos em particular, possa almejar mais do que palavras vãs.

"Os médicos estão muito expostos, correm riscos, cuidam e salvam vidas. E, mesmo nestas circunstâncias e com esta entrega aos doentes, muitas vezes trabalham em condições muito adversas, sem os recursos adequados e sem as condições necessárias", afirma o presidente da SRCOM.

"Esta dolorosa notícia não nos permitirá desmobilizar", acentua Carlos Cortes que, em nome da Ordem dos Médicos do Centro, endereça os pêsames à família e amigos do malogrado colega.

"Num momento de muitas dúvidas sobre a forma como alguns dirigentes têm demonstrado o seu reconhecimento em relação aos profissionais de saúde, estes dirigentes deveriam refletir sobre as enormes dificuldades que os médicos enfrentam no exercício da sua profissão e sobre a forma de as colmatar".

PUB

PUB

PUB

PUB