Marcelo recebeu cerejas do Fundão e associou-se a campanha de entregas em todo o país

O Presidente da República recebeu esta 3ª-feira, dia 19 de Maio, no Palácio de Belém uma caixa de cerejas do Fundão, associando-se assim à campanha de entregas em todo o país como forma de apoiar os produtores locais.

 

  • País
  • Publicado: 2020-05-20
  • Autor: Diário Digital Castelo Branco

Segundo uma nota divulgada no portal da Presidência da República na Internet, Marcelo Rebelo de Sousa recebeu hoje à tarde no Palácio de Belém, em Lisboa, "uma caixa de cerejas, numa entrega testemunhada pelo presidente da Câmara [Municipal do Fundão], Paulo Fernandes".

Desta forma, o chefe de Estado "associou-se à campanha do município do Fundão de entrega de cerejas em casa dos portugueses", que podem fazer as encomendas por e-mail ou por telefone, a partir de um limite mínimo de dois quilos.

O Presidente da República considera que esta "é uma forma inovadora de distribuir diretamente e em segurança a cereja do Fundão e de apoiar os produtores de uma marca nacional certificada" e refere que as informações sobre a campanha estão disponíveis em cerejadofundao.cm-fundao.pt.

"Com este gesto, o Presidente Marcelo Rebelo de Sousa pretende apoiar um produto tão importante para a economia da região e tão apreciado pelos portugueses, num ano em que o setor foi duplamente afetado pela crise pandémica [da covid-19] e pelas condições climatéricas, dando assim um sinal de ânimo para a recuperação e de esperança para as atividades do setor primário da economia portuguesa", lê-se na mesma nota.

Esta campanha de entregas ao domicílio em todo o país com o objetivo de minimizar os impactos da covid-19 foi divulgada na semana passada em conferência de imprensa pelo presidente da Câmara Municipal do Fundão, Paulo Fernandes

"Queremos garantir que não haja ninguém que fique sem poder receber as suas cerejas, mesmo estando em casa. Ou seja, cada um poderá receber as suas cerejas sem sair de casa", salientou na altura Paulo Fernandes.

O autarca adiantou que a expedição será realizada em dias concretos para assegurar entregas mais rápidas e a qualidade e frescura do produto, com portes de envio já incluídos no preço final e com a preocupação de se estabelecer sempre um "preço justo".

A doença covid-19, provocada por um novo coronavírus, já fez 1.247 mortes em Portugal, num total de 29.432 pessoas confirmadas como infetadas, de acordo com o relatório de hoje da Direção-Geral da Saúde (DGS).

PUB

PUB

PUB

PUB