Proença-a-Nova: Sessão distrital do Parlamento Jovem do distrito contou com deputada do PSD

O Auditório Municipal foi palco, no dia 9 de março, da 2ª fase das Sessões Distritais/Regionais do Parlamento Jovem e que reuniu os deputados que representam as escolas do distrito de Castelo Branco para aprovar os Projetos de Recomendação a submeter à Sessão Nacional do Parlamento dos Jovens e eleger os deputados que os vão representar.

  • Educação
  • Publicado: 2020-03-16
  • Autor: Diário Digital Castelo Branco

Esta sessão contou com a presença da deputada do PSD pelo distrito de Castelo Branco, Claúdia André, a presidente dos Serviços Educacionais do Centro, Cristina Ferreira, o Presidente da Câmara Municipal de Proença-a-Nova, João Lobo, e a presidente da mesa, Melissa Ferreira.

O tema da XXVI Edição do Parlamento dos Jovens (2019/2020) é, para o ensino básico: "Violência Doméstica e no Namoro: da sensibilização à ação" e para o Secundário: "Violência Doméstica e no Namoro: Como garantir o respeito e a igualdade". Na sua intervenção, o presidente da Câmara Municipal começou por referir a importância desta iniciativa e, na sua opinião, “espera que estes parlamentos jovens transformem a maneira de estar em sociedade dos seus representantes. Têm aqui uma das ferramentas para traduzir os valores da sociedade que vamos construindo. Aquilo que pode haver de pior na nossa sociedade é a ignorância, o desconhecimento e a falta de sermos educados quando temos cada vez mais formação”. Sobre o tema concreto desta sessão, João Lobo refere ainda que “as sociedades só o são verdadeiramente se forem plurais e inclusivas, quanto mais conhecermos, quando olhamos para o lado e vemos que somos iguais e sabemos que discutir as diferenças faz parte. O que não faz parte é a violência que é trazida para o meio e para as relações entre as pessoas e, mais especificamente, para o namoro e para as relações interpessoais. A escola tem um papel fundamental porque educa, transmite conhecimento, não esquecendo que as famílias são os principais pilares da educação”.

Na sessão escolar da Escola Pedro da Fonseca foi aprovado um conjunto de projetos de recomendação, tais como a inclusão obrigatória do tema da violência doméstica e no namoro na Estratégia Nacional de Educação para a Cidadania; a formação de equipas de alunos constituídas por cinco elementos, com formação prévia para saber ouvir, confortar e orientar/encaminhar colegas para a ajuda necessária; em simultâneo, criar uma conta no Instagram para apoio e acompanhamento; e a constituição de um grupo de teatro, em todos as escolas, composto por alunos e orientado por técnicos especializados, com um tema definido, comum a todas as escolas a nível nacional, para trabalhar estereótipos sociais.

O Parlamento dos Jovens é um projeto desenvolvido pela Assembleia da República Portuguesa com o objetivo de promover e incentivar o trabalho democrático aos alunos do Ensino Básico e Secundário. Simulando o processo das Eleições Legislativas de Portugal, elegem-se "deputados" em três fases: Escolar, onde ocorre o sufrágio direto, resultando um plenário (Sessão Escolar) em cada escola com os "deputados escolares" eleitos, elegem os representantes da escola para a próxima fase; Distrital, onde todos os que foram eleitos na sessão distrital se deslocam a um local designado para debaterem as suas ideias com as outras escolas e eleger os representantes do distrito na última fase; Nacional, onde os representantes de todos os distritos se reúnem em comissões parlamentares e em plenário com o objetivo de aprovar um projeto consensual para os deputados da Assembleia da República debaterem.  

PUB

PUB

PUB

PUB