Castelo Branco: JSD afirma fazer falta escala nacional ao trabalho do CATAA

O Centro de Apoio Tecnológico Agro Alimentar - CATAA é um equipamento de excelência do concelho e representa um investimento significativo feito pela Câmara Municipal. “É importante porque aposta num setor estratégico, essencial para o desenvolvimento da nossa região”. Declara o Presidente da Comissão Politica da Juventude Social-Democrata de Castelo Branco, Miguel Barroso, em comunicado.

  • Economia
  • Publicado: 2020-01-06
  • Autor: Diário Digital Castelo Branco

O Centro de Apoio Tecnológico Agro Alimentar - CATAA é um equipamento de excelência do concelho e representa um investimento significativo feito pela Câmara Municipal. “É importante porque aposta num setor estratégico, essencial para o desenvolvimento da nossa região”. Declara o Presidente da Comissão Politica da Juventude Social-Democrata de Castelo Branco, Miguel Barroso, em comunicado.

O CATAA é um centro de apoio tecnológico ao sector agroalimentar da Região Centro, na promoção da investigação, no desenvolvimento e inovação em áreas de intervenção alinhadas com as prioridades das empresas.

Fica na Zona Industrial de Castelo Branco e tem três unidades laboratoriais (físico-química, microbiologia e análise sensorial) e quatro unidades piloto (UP) (lácteos, cárneos, azeites e hortofrutícolas), nas quais analisa géneros alimentícios através de mais de 700 parâmetros analíticos, desenvolvem novos produtos agroalimentares e realizam provas de avaliação sensorial de produtos com painel de consumidores. Esta infraestrutura visa responder ao desafio nacional das seguintes fileiras: leite e lacticínios, azeite, hortofrutícolas, carnes, cereais, mel e vinho.

A JSD afirma que “É uma aposta no material, um centro muitíssimo bem equipado e com todo o potencial. Por isso mesmo olhamos para o CATAA com ambição, queremos que ele ganhe escala, que seja uma referência a nível nacional e ibérico”.

 Diz ainda que o CATAA tem todas as condições para que a ideia se concretize, apesar de não ver essa estratégia a ser implementada pelas entidades gestoras.

PUB

PUB

PUB

PUB