PSD quer que Câmara de Castelo Branco abdique dos 5% de IRS

O PSD vai apresentar na Câmara albicastrense uma proposta que visa a devolução, às familias, de uma parcela do dinheiro da colecta, retido em sede de IRS.

  • Região
  • Publicado: 2010-02-20
  • Autor: Inês Monteiro

O PSD vai apresentar na Câmara albicastrense uma proposta que visa a devolução, às familias, de uma parcela do dinheiro da colecta, retido em sede de IRS.

"A legislação em vigor permite uma devolução de até 5% da colecta de IRS", referem os social democratas.

"Em Castelo Branco, os munícipes continuam a pagar os seus impostos e taxas municipais pelos valores mais altos, permitidos por lei", acrescentou João Paulo Benquerença, líder da Concelhia do PSD.

João Benquerença deu como exemplos alguns concelhos do distrito de Castelo Branco, como Oleiros, Vila de Rei ou Fundão, onde já se devolve às famílias, parte da colecta de IRS.

A proposta visa a devolução dos 5% da colecta cobrada em sede de IRS.

Segundo ainda os social democratas, esta dedução no orçamento da autarquia em "nada afectará o organismo". "Não haverá uma quebra financeira no orçamento da Câmara", reiterou Manuel Eusébio, único vereador da oposiçao (PSD) eleito.

A importância tranferida do Estado, para a autarquia, referente a este montante, foi de mais de um milhão e 940 mil euros, montante que para os social democratas "não afecta os cofres da Câmara", cujo o saldo, no final do ano passado rondou os 12 milhoes positivos.

PUB

PUB

PUB

PUB