Leões da Serra vencem Torneio Triangular de Futsal da Boa Esperança

Neste torneio em que participaram as equipas da Boa Esperança, Sporting da Covilhã e Eléctrico da Ponte de Sor, o reduzido público presente na bancada do pavilhão, teve o ensejo de assistir a três jogos bastante agradáveis, quer disciplinarmente, quer tecnicamente, onde se notou nesta altura da época, uma boa evolução em todos os elementos que estiveram presentes.

  • Desporto
  • Publicado: 2011-09-11 21:52
  • Por: José Manuel R. Alves

Neste torneio em que participaram as equipas da Boa Esperança, Sporting da Covilhã e Eléctrico da Ponte de Sor, o reduzido público presente na bancada do pavilhão, teve o ensejo de assistir a três jogos bastante agradáveis, quer disciplinarmente, quer tecnicamente, onde se notou nesta altura da época, uma boa evolução em todos os elementos que estiveram presentes.

No primeiro encontro da tarde, a Boa Esperança derrotou o Eléctrico da Ponte de Sor por 6-5. Seguiu-se o jogo entre o Sporting da Covilhã e o Eléctrico, com um empate (2-2) a surgir no final. No último jogo da prova, os Leões da Serra teriam de vencer a equipa da casa, para ganharem este triangular. Realmente, foi com alguma surpresa, que a Boa Esperança, teve enormes dificuldades perante o seu adversário que logo aos quatro minutos viria a apontar o primeiro golo por China. Respondendo positivamente a este resultado desfavorável, os comandados de António Amaral, assentaram o seu jogo, e começaram a trocar bem a bola, mas sem que tal resultasse nas oportunidades criadas junto da baliza visitante. A um minuto do final da primeira parte, os donos da casa viriam a empatar a partida, com um excelente golo de Bruno Neves, repondo de certo modo, alguma justiça no resultado ao intervalo.

Para a etapa complementar, a equipa do Sporting da Covilhã, passou para a frente do marcador aos 24 minutos, com um tento apontado por João Paulo, voltando novamente a pairar a ideia de que os homens que viajaram da cidade neve poderiam vencer o seu opositor. No entanto, num rasgo de talento, Valter Borronha, viria a empatar a marcha do marcador, fazendo com que a incerteza no resultado fosse uma constante até perto do final, altura em que os comandados de João Paulo Santos, viriam a marcar aos 38 e 39 minutos, mais dois golos, por Carlinhos e Tikinho, respectivamente, vencendo o torneio triangular.

Boa arbitragem

PUB

PUB

PUB

PUB