Juros a 5 anos em novos máximos no dia em que 'troika' inicia discussões políticas

Os juros exigidos pelos investidores para deter títulos de dívida soberana portuguesa a cinco estão hoje a bater novos máximos, no dia em que a 'troika' começa as discussões políticas com os responsáveis portugueses.

  • Economia
  • Publicado: 2011-04-18 08:57
  • Autor: Diario Digital Castelo Branco/Lusa
Os juros exigidos pelos investidores para deter títulos de dívida soberana portuguesa a cinco estão hoje a bater novos máximos, no dia em que a 'troika' começa as discussões políticas com os responsáveis portugueses.

Às 08:32, os juros exigidos para deter títulos de dívida soberana portuguesa a cinco anos negociavam, em média, nos 10,587 por cento, um novo máximo histórico e acima dos 10,577 registados na sexta-feira, segundo a agência de informação financeira Bloomberg.

O ‘spread’ face à dívida alemã nesta maturidade atingia os 792,7 pontos base.

Já os juros exigidos pelos investidores para deterem títulos de dívida soberana portuguesa a dez anos negociavam, em média, nos 8,994 por cento, marginalmente abaixo do máximo histórico de 8,997 por cento de sexta-feira. O 'spread' face à dívida alemã chegava aos 566,0 pontos base.

A taxa a dois anos, por sua vez, negociava nos 9,771 por cento, ligeiramente abaixo do máximo histórico de 9,811 por cento atingido na sexta-feira, enquanto o 'spread' face à dívida alemã tocava nos 796,7 pontos base.

A ‘troika’ do Fundo Monetário Internacional (FMI), Banco Central Europeu (BCE) e Comissão Europeia começa esta semana as discussões políticas com os responsáveis portugueses, após uma semana de análise da situação do país.

Esta semana decorrerão negociações com as autoridades portuguesas e encontros com os principais responsáveis, sendo já conhecida uma reunião marcada para terça-feira com os parceiros sociais.

Esta negociação servirá para estabelecer os compromissos que as autoridades portuguesas terão de assumir para, em troca, o país receber o empréstimo pedido, que José Sócrates anunciou no dia 06 de abril.

PUB

PUB

PUB

PUB