Saúde: Governo recuou no diploma que obrigava médicos a manterem-se no SNS após formação

O Governo recuou na intenção de obrigar os clínicos a manterem-se nas unidades de saúde públicas depois do internato, segundo informação dos sindicatos médicos, confirmada pelo Ministério da Saúde.

  • Região
  • Publicado: 2011-02-25 17:06
  • Por: Diario Digital Castelo Branco/Lusa
O Governo recuou na intenção de obrigar os clínicos a manterem-se nas unidades de saúde públicas depois do internato, segundo informação dos sindicatos médicos, confirmada pelo Ministério da Saúde.

Em finais de janeiro, o Governo tinha aprovado um diploma que obrigava os médicos internos que fizessem formação no Serviço Nacional de Saúde (SNS) a continuarem no serviço público, sob pena de terem de indemnizar o Estado caso optem por sair.

Em declarações à agência Lusa, fonte oficial do gabinete da ministra da Saúde, Ana Jorge, disse que, no processo negocial com os sindicatos foi concluído conjuntamente que a matéria “não era oportuna neste momento”.

PUB

PUB

PUB

PUB