Social-democratas querem redução das taxas de IMI no Concelho

O Partido Social-democrata pretende ver aprovada a proposta, para a redução das taxas de Imposto Municipal sobre Imóveis (IMI) para o mínimo.
 
Proposta esta que será apresentada “muito em breve” ao executivo camarário, por Manuel Eusébio, vereador da oposição (PSD) na Câmara de Castelo Branco.

  • Região
  • Publicado: 2010-04-23 11:41
  • Por: Inês Monteiro

A proposta distingue formas de aplicação distintas quer para as freguesias do Concelho, quer para a própria sede de Concelho.
 

João Paulo Benquerença, presidente da Comissão Concelhia do PSD de Castelo Branco, defendeu que “devem ser aplicadas taxas mais baixas nas freguesias  que estão a caminhar para a desertificação”.
 

Já no que respeita à cidade de Castelo Branco, estas taxas devem ser definidas tendo em consideração as zonas com necessidades de reabilitação urbana.
 

Como exemplo, João Paulo Benquerença referiu que “para um imóvel que ainda não tenha sido avaliado pelas novas regras e que tenha um valor patrimonial de 75 mil euros, a diferença entre a taxa máxima (de 0,7 por cento) e a aplicação da taxa mínima de 0,4 por cento representa 225 euros, o que é já considerável no orçamento das famílias”.
 

Caso o imóvel seja sujeito à avaliação pelas novas regras e o valor patrimonial for de 100 mil euros, a diferença entre os 0,4 por cento e os 0,2 por cento, ronda os 200 euros.
 

Segundo a Concelhia laranja, a proposta será apresentada à liderança socialista da Câmara “muito em breve”.

PUB

PUB

PUB

PUB