Desporto

Sporting da Covilhã goleia Caldas e segue em frente

Diario Digital Castelo Branco/Lusa | 2011-09-11 18:14:00

O Sporting da Covilhã, da Liga de Honra, passou à terceira eliminatória da Taça de Portugal em futebol, após golear hoje em casa o Caldas, da II Divisão, por 4-0.

Gabi, de penalti, João Rodrigues, na própria baliza, Ricardo Rocha e Dominic foram os autores dos golos, todos apontados no segundo tempo.

Perante um adversário de um escalão inferior, faltou ao Sporting da Covilhã, na primeira metade, maior dinamismo no meio campo para conseguir traduzir em ocasiões de golo a maior posse de bola.

Os serranos mostraram-se superiores ao Caldas, embora só pela ala direita, com destaque para Zezinho e Wang Gang, conseguissem chegar à área adversária. Aos 10 minutos Dominic cabeceou por cima. Logo depois Wang Gang isolou o desinspirado Fofana, que se deixou antecipar pelo guardião forasteiro.

A jogar com toda a equipa atrás da linha da bola, à espera do contra-ataque, o Caldas gelou o Complexo Desportivo da Covilhã quando uma distração coletiva da defesa permitiu a Sabino, aos 19 minutos, tentar o chapéu a Igor e atirar a rasar o poste.

O “leão da serra” Aníbal, sozinho frente a Marco Silva, desperdiçou, ao minuto 24, a oportunidade de inaugurar o marcador e André Sousa, volvidos cinco minutos, cabeceou rente ao poste.

Antes do descanso, Zezinho teve ainda tempo para obrigar o guardião visitante a esticar-se para desviar a bola por cima da barra.

No período complementar, o Sporting da Covilhã conseguiu chegar ao golo, aos 46 minutos, através de uma grande penalidade convertida por Gabi, a sancionar uma mão na bola de Tiago Santos, que acabou expulso por acumulação de amarelos.

Quando André Sousa tinha também visto o segundo cartão amarelo os serranos aumentaram a contagem num auto-golo de João Rodrigues, até ao momento a muralha do Caldas. Joel cruzou e o central desviou a bola do seu guarda-redes.

A seguir ao golo o ritmo do jogo, já lento, quebrou ainda mais, com ambas as equipas a parecerem acomodadas ao resultado.

Aos 84 minutos, Pedro Ribeiro, em resposta a um centro de Zezinho, cabeceou à boca da baliza, mas a agilidade de Marco Silva impediu o golo iminente.

O Caldas ainda se aproximou da baliza do Covilhã, por intermédio de Sabino, mas foi a equipa da casa a dilatar o marcador.

Ao minuto 90, Ricardo Rocha atirou de cabeça para o terceiro tento e no terceiro minuto dos descontos Dominic, a passe de Joel, fechou a contagem.

Jogo no Complexo Desportivo da Covilhã.

Sporting da Covilhã – Caldas, 4-0.

Ao intervalo: 0-0.

Marcadores:

1-0 Gabi, 46 (GP).

2-0 João Pinto, 68 (p.b.).

3-0 Ricardo Rocha, 90.

4-0 Dominic, 90+3).

Equipas:

- Sporting da Covilhã: Igor Araújo, Zezinho, Aníbal Capela, Ricardo Rocha, Joel, Filipe Fernandes (Pedro Ribeiro, 45), Gabi, Wang Gang (Gui, 78), André Sousa, Fofana (Milton, 66) e Dominic.

(Suplentes: Nuno Santos, Gui, Pedro Ribeiro, Amian, Milton, Dani Matos e Ídris).

- Caldas: Marco Silva, Tiago Santos, Rui Almeida, André Jesus, Miguel Pinho (Marcel, 63), Fábio Sabino, João Rodrigues, João Pinto, Miguel Guerra (Dany, 80), Daniel (Morgadinho, 63), André Simões.

(Suplentes: Eduardo, Ricardo Santos, Rocha, Bruno Francisco, Marcel, Dany e Morgadinho).

Árbitro: Jorge Sousa (Porto).

Acção Disciplinar: Cartão Amarelo a Filipe Fernandes (8), Miguel Guerra (16), André Sousa (22 e 62), Tiago Santos (40 e 46), João Rodrigues (44), Fofana (65), Dany (87).

Cartão Vermelho a Tiago Santos (46) e André Sousa (62).

Assistência: 500 pessoas.


Publicidade
Meteorologia
Hoje
Amanhã
Noticias
Newsletter
Publicidade
Publicidade
© Diario Digital Castelo Branco 2018
Política de privacidade e cookies
Desenvolvido por citricweb.pt