Castelo Branco: Poliempreende do IPCB com vencedores conhecidos

O Projeto “Educação Física Connect” é o vencedor da 20.ª edição regional do Poliempreende no Instituto Politécnico de Castelo Branco (IPCB), e vai representar a instituição na fase do nacional do concurso, entre 2 e 5 de Setembro na Universidade da Madeira, lado a lado com os galardoados de cada uma das duas dezenas de entidades participantes na competição destinada a premiar o empreendedorismo no ensino superior politécnico.

  • Educação
  • Publicado: 2024-07-01 23:38
  • Por: Diário Digital Castelo Branco

Apresentado por Afonso Diniz, estudante da Escola Superior de Educação (ESE) do IPCB, o projeto consiste numa aplicação inovadora, ainda em desenvolvimento, destinada ao planeamento e gestão de aulas e treinos. A disponibilizar como aplicativo móvel nas plataformas Android e iOS e em simultâneo na Internet, trata-se de uma solução completa para professores, escolas, treinadores e clubes ao facilitar o planeamento de aulas com um modelo de drag and drop, incluir um banco de dados compartilhado de exercícios, ou permitir o controlo de assiduidade, comportamento, avaliações e registos físicos. O serviço inclui um fórum para perguntas e sugestões, relatórios detalhados de desempenho dos alunos, e planeamento de treinamento para vários desportos. O prémio atribuído tem o valor de € 2.000,00.

O júri, constituído por Nuno Caseiro (IPCB), Lina Gomes (Fundação Santander Portugal), João Carvalhinho (Comunidade Intermunicipal da Beira Baixa) e Pedro Agapito (Pedro Agapito Seguros), atribuiu o segundo lugar ao projeto “Mãos Amigas”, o qual consiste na criação de caixas com bens essenciais, nomeadamente alimentares e de higiene. Preenchido um questionário com todos os produtos disponíveis para aquisição, estes são selecionados, organizados e entregues na casa de cada pessoa. Apresentada por Inês Figueiredo, Juliana Alves e Lara Neto, também estudantes da ESE-IPCB, a ideia de negócio, vocacionada para implementação em zonas mais isoladas e remotas, vai receber um prémio no valor de € 1.500,00.

O Concurso Poliempreende teve a sua génese no IPCB, alargando-se depois aos Politécnicos de Bragança, Guarda, Tomar, Portalegre e Beja, e depois a todos os Institutos Politécnicos do País, bem como a algumas Escolas Superiores não integradas.

O Poliempreende é uma metodologia de ensino do empreendedorismo que procura atuar nas suas diferentes vertentes. Desde a promoção da criatividade e inovação, desenvolvimento da ideia e planificação da ação, até à criação do próprio negócio e/ou registo de patente, com a análise e decisão sobre os diversos tipos de apoio em todas as fases do projeto. O projeto sempre pretendeu ser mais do que um concurso de ideias de negócio, sendo o seu objetivo fundamental promover o espirito empreendedor e a criação de novos negócios.

PUB

PUB

PUB

PUB