Comunidades Intermunicipais apresentaram Plano de Ação Estratégico

A apresentação do Plano de Ação Estratégico Pinhal Interior 2030 e a formalização do Contrato de Consórcio da Intervenção Integrada de Base Territorial da Intervenção Integrada de Base Territorial do Pinhal Interior, decorreu esta terça-feira, 30 de Janeiro, em Ansião. 

  • Economia
  • Publicado: 2024-01-31 23:02
  • Por: Diário Digital Castelo Branco

O evento, promovido pelas Comunidades Intermunicipais da Região de Coimbra, da Beira Baixa, da Região de Leiria, do Médio Tejo e das Beiras e Serra da Estrela e pela Agência para o Desenvolvimento Turístico das Aldeias de Xisto, contou com a presença da Ministra da Coesão Territorial, Ana Abrunhosa, da Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional do Centro (CCDRC) e do Secretário de Estado da Conservação da Natureza e das Florestas, João Paulo Catarino.

Na cerimónia de formalização do consórcio entre as Comunidades Intermunicipais, o Coordenador do Programa, Luís Matias, Coordenador da IIBT Pinhal Litoral, apresentou o Plano de Ação Estratégico - Pinhal Interior 2030 e, também, o projeto da Incubadora Demográfica.

O Plano de Ação apresentado detalha os 4 pilares estratégicos (Resiliência do Território, Coesão Territorial, Competitividade, Atratividade) para fazer face aos desafios do território, nomeadamente a Depopulação e envelhecimento populacional, o Declínio acentuado da população ativa, a Reduzida competitividade e diversificação da estrutura económica, a Baixa capacidade de atração de talento e investimento, a Débil oferta de serviços de interesse geral (SIG) à população residente, a Escassez de iniciativas de empreendedorismo, e as Dificuldades de preservação dos recursos naturais.

A cerimónia culminou com a assinatura do Contrato do Pinhal Interior, com uma intervenção final da Ministra da Coesão Territorial, que assinalou a importância do momento e o facto do programa Pinhal Interior 2030 decorrer de um processo participado pela comunidade local.

O Pinhal Interior é uma área rural com fraca densidade urbana, representando na região Centro e no país os maiores desafios e vulnerabilidades ambientais, naturais, demográficas, sociais e económicas. Fazem parte da área de Intervenção Integrada de Base Territorial do Pinhal Interior os concelhos de Oleiros, Proença-a-Nova, Sertã e Vila de Rei e, ainda, algumas freguesias mais ocidentais dos municípios de Castelo Branco e de Vila Velha de Ródão.

Este evento significativo reforça o compromisso com o desenvolvimento do Pinhal Interior, destacando a importância do consórcio e da cooperação intermunicipal na promoção do crescimento e coesão territorial.

PUB

PUB

PUB

PUB