Castelo Branco: “Matemática sai à rua”

Alunos, pais e professores do Agrupamento de Escolas Cidade de Castelo Branco levaram a matemática a todos os pontos das escolas do Agrupamento Cidade de Castelo Branco durante uma semana.

 

  • Educação
  • Publicado: 2012-03-02
  • Autor: Diario Digital Castelo Branco

Alunos, pais e professores do Agrupamento de Escolas Cidade de Castelo Branco levaram a matemática a todos os pontos das escolas do Agrupamento Cidade de Castelo Branco. Durante uma semana, salas, corredores, pátios e demais espaços foram preenchidos com atividades matemáticas com o objetivo primeiro de mostrar a toda a comunidade educativa a importância da matemática no quotidiano de cada um.

27 de fevereiro foi dia dos jogos matemáticos tendo havido lugar também para a apresentação da peça “Pedro e a Matemática do Mundo “ que deu a conhecer aos alunos a importância das descobertas do ilustre matemático português Pedro Nunes e as repercussões que estas descobertas têm ainda hoje no dia a dia de cada um.

O dia da geometria, a 28 de fevereiro propôs dois desafios: um prático que propunha a resolução de uma situação concreta no espaço físico – calcular, medir, comparar; Outro mais teórico – resolver uma questão geométrica aplicada ao espaço escolar.

Eduardo Tobar da embaixada de Espanha em Lisboa e João Ruivo professor do ensino superior foram os dinamizadores de uma conferência/debate, no dia 29 de fevereiro, centrado na análise do pertinente tema da revisão curricular que pode, de forma definitiva, alterar a vida futura de alunos, familiares e professores, uma vez que implica mudanças significativas na vida da escola e no número de horas que os jovens nela passam.

Quinta-feira, 1 de março, tiveram lugar as finais de Super T e Quiz matemático onde foram apurados os alunos para a fase final nacional.

O dia terminou com uma “Conversa de Pais” sobre a importância da matemática na sua vida pessoal e profissional. Falou-se de mililitros e micrómetros, de virus e bactérias, de diluição, de planeamento, moda e numerologia; Falou-se de Padre António Vieira e de Camões, evidenciando, assim, que a matemática é uma disciplina transversal ao conhecimento.

A encerrar a semana, o Dia dos Mais Pequenos proporcionou atividades várias dirigidas a alunos do pré-escolar e 1.º ciclo.

Ao longo da semana tiveram lugar várias exposições, das quais se destacava a maquete da escola sede, numa escala de 1/30, construída com sólidos geométricos elaborados por todos os alunos do 1.º ciclo, que utilizaram cartolinas, cola, papel de lustro, entre outros materiais.

 Segundo nota de imprensa ”...o balanço desta semana, dinamizada pelo Departamento de Matemática, é muito positivo e deu, certamente, mais um contributo para alargar os horizontes de todos os elementos da comunidade educativa relativamente à matemática.” 

PUB

PUB

PUB

PUB