IPCB: Semana da Engenharia dinamiza Escola Superior de Técnologia e divulga cursos

O Instituto Politécnico de Castelo Branco (IPCB) ai realizar a Semana da Engenharia, na Escola Superior de Tecnologia .

  • Educação
  • Publicado: 2012-02-20 10:59
  • Por: Cristina Valente

O Instituto Politécnico de Castelo Branco (IPCB) ai realizar a Semana da Engenharia, na Escola Superior de Tecnologia.

Na Superior de Tecnologia de 28 de fevereiro a 2 de março, decorre a Semana da Engenharia, com cada dia a ser dedicado a um dos cursos ali ministrados. O dia 28 é dedicado à Engenharia Civil. Uma jornada que pretende antever cenários para o futuro dos profissionais da área e promover o debate sobre as soluções que permitem dar a melhor resposta aos desafios que se colocam.

O dia 29 é dedicado à Engenharia Industrial. O atual contexto económico e social apresenta estímulos de diversas ordens no sentido do aumento da produtividade das empresas e organizações com vista a manter a sua sustentabilidade num mercado que se torna cada vez mais global. O papel dos engenheiros industriais apresenta-se de enorme relevância, é nesse sentido que as jornadas pretendem promover uma reflexão em torno dos desafios que se colocam aos engenheiros industriais. As Jornadas de Engenharia Eletrotécnica e das telecomunicações, realizam-se a 1 de março. São jornadas que têm como base o Interfaces homem máquina em aplicações médicas de Bio/Neuro feedback. Estas jornadas vão contar com a presença de um ex-aluno do curso que é atualmente presidente da Câmara de Campo Maior.

O ultimo dia, 2 de março, é dedicado ao mais recente curso da escola, Engenharia das Energias Renováveis. Uma participação que parte de iniciativa do Nucleo de Estudantes do curso que de resto vai apresentar-se durante as jornadas.
A semana da Engenharia pretende divulgar os cursos da escola superior de Tecnologia do IPCB, por isso um dos públicos alvo da iniciativa são os alunos do secundário.

Carlos Maia, presidente do IPCB, afirma que estas jornadas pretendem provar a importância das engenharias na comunidade, “queremos divulgar os nossos cursos e mostrar também casos de sucesso de ex-alunos para incentivar os jovens a não se deixarem vencer pelos obstáculos, e a escolheres um dos nossos cursos” afirma o presidente do IPCB. Carlos Maia adianta que se se confirmar a obrigatoriedade de realizar prova de acesso a matemática e física, para entrar em cursos de engenharia, o facto pode afastar alunos destes cursos,” é preciso por isso sensibiliza-los para a importância das engenharias” diz o responsável.

PUB

PUB

PUB

PUB