Quadragésima une 5 concelhos da Beira Interior em torno das manifestações religiosas da Quaresma

A Quadragésima, programa cultural criado no Fundão para preservar as tradições da Páscoa e depois alargado aos concelhos da Covilhã, Belmonte, Guarda e Sabugal, vai decorrer em formato ‘online', face à Covid-19. 

  • Cultura
  • Publicado: 2021-03-04
  • Autor: Diário Digital Castelo Branco

Em nota de imprensa enviada ao Diário Digital Castelo Branco, a autarquia do Fundão explica que esta rede de cinco municípios da Beira Interior vai manter a promoção das manifestações da cultura imaterial ligadas ao período da Quaresma com a exibição de alguns dos momentos mais marcantes das edições anteriores, através de meios digitais.

Desta programação artística, que envolve as comunidades locais, constam vários eventos, como a via-sacra, a procissão dos passos, a encomendação das almas, o canto dos martírios, as alvíssaras, a procissão dos penitentes, a procissão do Senhor da Cana Verde - Ermidas ou a procissão do enterro do Senhor.

A informação lembra que, ao seguir as tradições deste período religioso, a programação da Quadragésima também "propõe um roteiro pelos locais mais emblemáticos desta região, trançando um mapa de locais de culto, num percurso que contempla também outros atrativos e pontos de interesse".

Além das manifestações religiosas, a programação inclui criações artísticas únicas e será apresentada ao longo de seis semanas, em diversas plataformas digitais, designadamente na página de Facebook e no canal de Youtube da Quadragésima.

Nascida em 2003, a Quadragésima consiste num projeto cultural que pretende construir e comunicar a identidade de um território, revelando em toda a sua plenitude a religiosidade das gentes da região.

Com início no Fundão, alargou-se aos concelhos de Belmonte, Covilhã, Guarda e Sabugal, o que proporciona vivências únicas nos diversos territórios, nos quarenta dias que antecedem a Páscoa.

PUB

PUB

PUB

PUB