Clã, Salvador Sobral, Camané e Mário Laginha atuam em Castelo Branco

Clã, Lenita Gentil, Salvador Sobral, Camané e Mário Laginha marcam a agenda cultural de Castelo Branco para o último trimestre do ano, no âmbito da Cultura Vibra.

  • Cultura
  • Publicado: 2020-10-14
  • Autor: Diário Digital Castelo Branco

A agenda Cultura Vibra de Castelo Branco inclui para o último trimestre do ano, a atuação, no Cineteatro Avenida, de um conjunto de músicos portugueses.

Na sexta-feira, Lenita Gentil realiza um espetáculo musical no Cineteatro Avenida, a partir das 21:30 horas, no âmbito das comemorações dos seus 50 anos de carreira.

A cantora portuguesa que se estreou com 17 anos no Palácio de Cristal, no Porto, tem na versatilidade uma das características que marcam a sua carreira e que passa não só pelo fado, como também pela música ligeira e marchas populares, lembra a autarquia.

O percurso de Lenita Gentil integra várias participações no cinema, no teatro de revista e na televisão, e durante toda a sua carreira a cantora percorreu toda a Europa, Austrália, Macau, Hong Kong, África do Sul, México, EUA e Canadá.

Em 2019, lançou o seu último disco "Lenita", que é o mote para a digressão que celebra os seus 50 anos de carreira.

No sábado, é a vez dos Clã subirem a partir das 21:30 horas ao palco do Cineteatro Avenida de Castelo Branco.

O ano de 2020 marcou o regresso dos Clã aos discos. "Véspera" foi lançado em pleno confinamento.

O álbum alcançou, na primeira semana, o primeiro lugar no top de vendas da AFP e os temas de avanço - "Tudo no Amor", "Sinais", "Armário" e "Jogos Florais" - são presenças constantes nas rádios nacionais.

No dia 21 de novembro, Camané e Mário Laginha sobem ao palco do Cineteatro Avenida, a partir das 21:30 horas, para o espetáculo "Aqui está-se sossegado", um novo projeto pensado de raiz para dar mais brilho a uma voz e a um piano que se descobriram cúmplices desde a primeira vez que encheram um palco.

O concerto conta com cerca de duas dezenas de temas, saídos do cânone fadista tradicional, do repertório de Camané e inclui também inéditos compostos por Mário Laginha.

Por último, a 19 de dezembro, é a vez de Salvador Sobral marcar presença no Cineteatro Avenida de Castelo Branco, pelas 21:30 horas.

PUB

PUB

PUB

PUB