Aprovada Campanha pela promoção Turística do Interior

No âmbito do debate na especialidade do Orçamento de Estado 2020, o parlamento aprovou esta terça-feira uma proposta de alteração ao OE, apresentada pelo Grupo Parlamentar do Partido Socialista, a qual estabelece que o Governo, designadamente através do Turismo de Portugal, desenvolva uma campanha especificamente orientada para a promoção turística do interior de Portugal.

  • País
  • Publicado: 2020-02-06
  • Autor: Diário Digital Castelo Branco

Segundo informação a que o Diário Digital teve acesso, a proposta, para a consecução da referida campanha, fica o Turismo de Portugal, I.P. autorizado a utilizar €1.000.000 para o efeito. Esta proposta não registou qualquer voto contra dos partidos com assento na Assembleia da República, tendo obtido os votos favoráveis do PS, PCP e PAN e abstenção dos demais partidos.

Para o deputado Nuno Fazenda, a quem coube defender a proposta em nome do Grupo Parlamentar do PS, esta iniciativa está em linha com várias medidas que têm vindo a ser adotadas para o desenvolvimento do interior.

Recorda, por exemplo, que “na anterior legislatura, pela 1ª vez, foi criada uma linha para apoio à valorização turística do interior, que apoiou mais de 90 milhões de euros de investimento total”, sublinhando que “esta linha tem sido reconhecida como um caso de sucesso, pelo que deve ser continuada no futuro”.

Já para a atual legislatura, refere que o Orçamento de Estado apresentado pelo Governo prevê várias medidas em prol do interior, nomeadamente ao nível fiscal, no apoio ao emprego, no ensino superior, na mobilidade e transportes, entre outros.

O deputado socialista eleito pelo círculo de Castelo Branco realça que, para além do Orçamento, “importa considerar outros incentivos, como é o caso do Programa + Coeso, apresentado esta semana em Bragança, o qual prevê o apoio ao investimento privado no âmbito do Portugal 2020”. Refere a este propósito que “serão abertos muito brevemente concursos especificamente para apoiar projetos empresarias no interior”.

Na proposta aprovada na Assembleia da República para a dinamização de uma campanha de dinamização turística do interior, Nuno Fazenda refere que “apesar do crescimento turístico que se tem verificado e dos esforços que têm sido feitos, a verdade é que cerca de 90% da procura concentra-se no litoral, pelo que é essencial continuar a estimular atividade turística no interior”.

“O objetivo desta proposta é que o foco sobre o interior seja reforçado, dando-lhe maior visibilidade e mais projeção turística, por forma a termos um país mais coeso e mais equilibrado”, sublinhou o parlamentar do PS na sua intervenção em plenário.

PUB

PUB

PUB

PUB