GNR da Covilhã detém suspeito de violência doméstica por posse ilegal de armas

Um homem de 62 anos, suspeito de violência doméstica, foi detido no concelho da Covilhã por posse ilegal de armas, anunciou hoje o Comando Territorial da Guarda Nacional Repúblicana (GNR) de Castelo Branco.

  • Região
  • Publicado: 2019-12-06
  • Autor: Diário Digital Castelo Branco com Lusa

Um homem de 62 anos, suspeito de violência doméstica, foi detido no concelho da Covilhã por posse ilegal de armas, anunciou hoje o Comando Territorial da Guarda Nacional Repúblicana (GNR) de Castelo Branco.

A GNR especifica, num comunicado, que a detenção ocorreu na quinta-feira, "na sequência de uma denúncia de violência doméstica".

A alegada vítima "de violência física e psicológica" é a mulher do suspeito e tem 63 anos, segundo a mesma fonte.

A GNR acrescenta que, "no decorrer das diligências, os militares apreenderam um revólver e uma arma de alarme e 59 munições, por falta de documentos".

"As armas e as munições foram entregues aos militares pelo próprio", lê-se no mesmo comunicado.

O detido vai ser presente hoje ao Tribunal Judicial da Covilhã para aplicação de medidas de coação.

PUB

PUB

PUB

PUB